(Resenha) Literalmente Amigas - Laura Conrado e Marina Carvalho


Livro no Skoob: Literalmente amigas
Autoras: Laura Conrado e Marina Carvalho
Editora: Bertrand Brasil
Páginas: 335
Ano: 2018

Duas das mais populares autoras brasileiras da nova geração, as mineiras Laura Conrado e Marina Carvalho se juntaram pela primeira vez para escrever Literalmente Amigas.
Quando Gabi e Lívia, duas apaixonadas por livros, se conheceram em uma comunidade sobre literatura em uma extinta rede social, não imaginavam que se tornariam melhores amigas e que criaram um blog de resenhas literárias, o Literalmente Amigas.
Desde então, elas são inseparáveis, apesar das personalidades muito diferentes! Gabi é um pouco avoada, desorganizada financeiramente, de riso fácil e vive uma história de conto de fadas com o namorado de longa data. Já Lívia é assertiva, firme e possui planos bem delineados para seu futuro, embora ainda não tenha encontrado o emprego dos sonhos nem um romance arrebatador como o de seus livros favoritos.
Juntas, elas enfrentam as dificuldades da juventude, seja na profissão, seja no amor, até tudo começar a mudar quando ambas são selecionadas para a mesma vaga — para a qual as duas se inscrevem, sem contar uma para outra — na principal editora do país. Será que a paixão pelos livros, que antes unia as amigas, agora se tornará o motivo do término da amizade?

Na minha opinião, esse livro deveria ser lido por todos aqueles que possuem grandes amigos, e por todo blogueiro e blogueira literária, porque esse livro é para nós. É impossível ler essa história, sem se identificar. Assim que eu li a sinopse já tive aquele susto, porque muito do que foi escrito nesse livro, é parecido com a história desse blog e dessa blogueira que vos escreve.

O livro conta a história de duas grandes amigas, que resolveram criar um blog para falar de uma das suas maiores paixões, os livros. Essa história é escrita em primeira pessoa, e cada capitulo é narrado por uma das duas personagens, o que é ótimo, pois o leitor pode ter a percepção das duas sobre as situações. O livro foi escrito a quatro mãos, onde a personagem Gabi é escrita pela Laura Conrado, e a Lívia por Marina Carvalho.

O Literalmente amigas, é o xodó dessas duas, que não são apenas blogueiras, mas se dividem entre a vida familiar, trabalho, faculdade e o blog (quem se identificou levanta a mão o/). De um lado temos a Gabi, que está finalizando o seu mestrado em Belas Artes, mas que não é muito organizada financeiramente, ela mora sozinha, mas não tem um trabalho fixo, por isso, acaba sobrevivendo fazendo alguns bicos. E se as coisas não estão muito bem para ela no âmbito profissional, o mesmo não pode se dizer da sua vida amorosa. Gabi encontrou o homem da sua vida, e tem um relacionamento estável com o Léo (o bombom dela), que é um cara super fofo, e muito parceiro.


Do outro lado temos a Lívia, garota mais centrada, formada em Letras, e que tem seu carro, apartamento e uma carreira promissora numa pequena editora, ou seja, leva uma vida estável, porém não nos seus relacionamentos. Ela não tem tido muita sorte nos seus relacionamentos, mas como toda romântica incorrigível, ainda acredita que encontrará o seu Darcy (sim, porque somos dessas).

Mas a amizade dessas duas vai ter que enfrentar uma grande provação, pois elas decidem disputar a mesma vaga, em uma das editoras mais famosas e badaladas do universo literário. Durante o processo seletivo, a amizade delas é colocada em prova, e elas precisam escolher entre as suas carreiras, ou a amizade.

O livro fala sobre autoconhecimento, e eu pude perceber o quanto essas duas evoluíram a medida que iam se conhecendo melhor, e também o quanto a amizade precisa de sinceridade, a verdade precisa sempre ser dita, porém deve-se fazê-lo com ternura. Pois as coisas não ditas podem ir criando barreiras e até destruindo uma amizade. O orgulho também faz muito mal para uma amizade, e que algumas vezes precisamos abrir mão dele e lutar por algo que é tão bonito e importante nas nossas vidas, que são nossos amigos.

O livro é muito fofo, daqueles que dá um calorzinho no coração quando estamos lendo. Retratou a vida de um blogueiro de uma maneira muito sincera, e sobre os altos e baixos que uma amizade muitas vezes passa, mas que são esses momentos que acabam por fortalecer ainda mais esses laços. O livro fala também sobre recomeço, que muitas vezes precisamos de abrir mão de algo que gostamos, com o objetivo de darmos  um salto maior e assim, realizarmos os nossos sonhos.


LITERALMENTE AMIGAS foi cedido em parceria com o Grupo Editorial Record

Sobre as autoras:


 Marina Carvalho nasceu em Ponte Nova, Minas Gerais, conhecida como a terra da goiabada. Adora queijo, rock progressivo, pudim de leite condensado, café com pouco açúcar e filmes com finais felizes.
Ama ler, seja um bom livro policial, um chick-lit despretensioso ou o jornal do dia. Quando criança lia as revistinhas da Turma da Mônica, incentivada pela mãe, e ficava esperando ansiosamente pela chegada delas todos os meses.
Formou-se em Jornalismo pela PUC-Minas e exerceu o cargo de assessora de comunicação de uma empresa por sete anos. Hoje é professora de língua portuguesa e literatura na Escola Nossa Senhora Auxiliadora.
Mora em sua cidade natal com o marido e os dois filhos.


Ganhadora do Prêmio Jovem Brasileiro 2012, como destaque na literatura. Autora da série Freud, me tira dessa! Segundo o voto popular do Prêmio Destaques Literários, o livro de sua autoria foi o melhor chick-lit nacional de 2012.
Desde criança, Laura Conrado mostrava habilidade em criar histórias. O gosto pela escrita e pela leitura, levou-a se formar em Jornalismo. Trabalhou em jornais impressos, emissoras de televisão e assessorias de comunicação.
Aos 21 anos publicou seu primeiro livro "Miguel e Pão dos Anjos." A trama conta com muita aventura e suspense destinada ao público infantil.
Aproveitando a receptividade de seu primeiro livro, Laura lançou em 2012 histórias em forma de poema, também destinadas às crianças, no livro "Lendo com o Papai e a Mamãe".
Seu primeiro romance destinado aos jovens leitores será lançado em março de 2012. "Freud, me tira dessa!" traz a história da Catarina, suas confusões e trapalhadas amorosas. Buscando rever suas escolhas, Catarina inicia a psicoterapia e se apaixona pelo terapeuta. Em 10 meses, o livro foi para a terceira edição, rendeu à Laura dois prêmios e leitores em todo o país.


0 comentários:

Deixe seu comentário