(Resenha) O Menino Múltiplo - Andrée Chedid

Livro no Skoob: O Menino Múltiplo
Título Original: L'enfant multiple
Autora: Andrée Chedid
Editora: Matin Claret
Páginas: 265
Ano: 2017

Filho de pai muçulmano egípcio e mãe católica libanesa, Omar-Jo carrega suas origens no nome. Durante a guerra do Líbano, em 1987, um carro-bomba leva seus pais e seu braço. E o menino de doze anos é enviado pelo avô, trovador, a Paris. É onde ocorre o encontro do Oriente com o Ocidente, do menino-duplo com as luzes, as cores, os sons e os movimentos do Carrossel de Maxime; o rabugento proprietário que, pouco a pouco, reencontra com o menino, então múltiplo, a alegria de viver. Alteridade, amor e tolerância fazem parte do enredo poético. A ser lido em voz alta.

Quando vi que a Editora Martin Claret estava lançando este livro fiquei muito curiosa, um dos motivos é por ser uma obra francesa de uma autora egípicia nunca lançada no Brasil, algo que já me chamou muito a atenção, mas além disso o livro ainda traz um tema bem interessante e atual, nos contando a história de Omar-Jo um menino que vive em uma situação que costumamos ver muito hoje em dia nas notícias de televisão que é a guerra do Líbano.

Tendo perdido seus pais e também um de seus braços na trágica explosão de um carro bomba, Omar-Jo se ver sendo enviado a um país diferente, agora órfão, enfrentando o desafio de recomeçar uma nova vida em meio ao desconhecido, porém o menino de apenas doze anos vai conquistando o leitor em cada página. Chegando a Paris conhecemos Maxine e sua empreitada de comprar um carrossel, mesmo contrariando seus familiares, e é nesse cenário lúdico que ele conhece Omar-jo deitado ali entre os bancos,  Maxine logo trata de enxotá-lo de lá, mas irá descobrir que a teimosia do garoto é maior do que imaginava.

Falar sobre esse livro é algo complicado, escrito de maneira sutil e delicada a autora nos entrega uma verdadeira obra prima, a história é cheia de sentimentos, perdas, superação, esperança, e não podemos deixar de pensar em Omar-Jo e em todas as demais crianças que se encontram na mesma situação de refugiadas devido a guerra que assola seus países.

O livro vem numa edição belíssima, que da até orgulho de olhar e ver que esta lá na sua estante, a Editora realmente caprichou, mas se tratando da Martin não é nenhuma surpresa, eles sempre se superam em suas obras lançadas.

O Menino Múltiplo foi um leitura maravilhosa que me surpreendeu pela leveza em nos contar uma história que começa de forma triste, sobre as dificuldades enfrentadas por tantas pessoas mundo a fora, entretanto é tudo muito real, e nos faz enxergar como a vida é de verdade. É um leitura que recomendo aos amantes da literatura simples e pura!


O MENINO MÚLTIPLO foi cedido em parceria com a EDITORA MARTIN CLARET

Sobre a autora:



Andrée Chedid foi poetista e romancista francesa de origem egípcia. 

11 comentários:

  1. Oie
    Não conhecia este livro, e pela sua resenha me pareceu ser uma história forte e comovente. Gostei do enredo, e a capa é bem bonita.

    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oiee ❤
    Se eu lesse essa resenha alguns anos atrás, diria que esse livro não me interessou muito. Mas eu cresci, amadureci e meus gostos evoluíram, então acho que esse livro pode me agradar e muito, já até anotei a dica. Adorei saber sua opinião sobre o livro e sua resenha está ótima, parabéns!
    Bjos, Bia! ❤

    ResponderExcluir
  3. Essa história parece ser bastante envolvente e emocionante, acho que deve ser uma leitura dessas que mexe com a cabeça da gente.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  4. Eu já conhecia o livro, só não li ainda Gostei muito de ver a tua opinião sobre a obra e estou bem curiosa com a leitura, parece ser um livro muito bom.

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Já tinha visto a capa do livro, que por sinal achei muito bonita, mas não sabia do que se tratava. Além de ser uma leitura interessante, o livro é super atual.
    Vou colocar na minha lista de desejados.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  6. Oi! Gosto bastante de leituras que se passam nesse momento histórico ou que conta histórias de pessoas, principalmente com crianças. É por isso que me interessei pela obra, e por ser uma escritora mulher. Confesso que não leria se o visse antes em uma livraria, pois não o conhecia e agora estou bem empolgada pra conhecer!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Oi.
    Este livro me parece tão fofo apesar dos acontecimentos trágicos. Lendo a sua resenha me veio exatamente no mesmo instante um sentimento de solidariedade eu não sei explicar direito, é como se eu quisesse ajudar esse garotinho. Este livro com certeza entrou para minha lista de leitura.

    www.paginasamais.com

    ResponderExcluir
  9. Não conhecia o livro e mesmo com o peso dos acontecimentos, é uma leitura que eu gostaria de fazer.
    Bjs Rose

    ResponderExcluir
  10. Olá,
    Ah eu amo livros de drama! E nossa a capa está linda mesmo, eu gostei dos questionamentos e reflexão que este livro parece proporcionar. Muito boa a indicação.

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir
  11. Nossa eu amo livros com cenários de Guerra e Omar-Jo carrega muitas origens religiosas nas costas, imagino o que ele deve ter passado. Com certeza quero ler!

    Beijinhos!

    ResponderExcluir