Mangás, Animes e Hq's - Mundo Nerd

Oi, pessoal! 

Hoje eu vim falar pra vocês sobre algo que amo muito, afinal Otakus e Otames também são gente rsrs e nem só de livro viverão os leitores não é mesmo? Então, pensando nisso resolvi trazer para vocês algumas indicações de meus mangás favoritos, e também algumas Hq's!

Orange




Na primavera do segundo ano do colégio, chega uma carta vinda de dez anos no futuro. Nela, estava contido o desejo da Naho de 26 anos para a Naho de 16 anos, dizendo para ela não passar pelos mesmos arrependimentos que eu passei. E a Naho adolescente vai descobrir que o arrependimento é em relação ao Kakeru Naruse, o aluno novo que é transferido de Tóquio e o motivo da Naho adulta ter escrito a carta!


Uma dica de estória fofinha que nos prende do inicio ao fim! Um dos meus favoritos <3 Sem falar nas ilustrações lindíssimas!

Your Name (Kimi no na wa.)

Your Name. #01


Mitsuha é uma colegial que vive em uma pequena e pacata cidade interiorana no meio das montanhas. Apesar da vida tranquila que leva, ela se sente atraída pelo cotidiano das grandes cidades. Por já não ser mais criança, a sua percepção de mundo mudou, e ela está mais sensível aos olhares dos moradores da cidade (muito por conta da candidatura do pai a prefeito) e aos tradicionais costumes locais. Até que, certo dia, Mitsuha tem um estranho sonho no qual se torna um garoto. Nele, ela acorda em um quarto que não é seu, tem amigos que nunca viu na vida e passeia pela grande metrópole de Tóquio. E assim, Mitsuha aproveita ao máximo o dia na cidade grande onde tanto queria viver. Curiosamente, um garoto chamado Taki, que mora em Tóquio, também teve um sonho esquisito – ele se tornou uma colegial que vive numa pequena cidade no meio das montanhas. Qual o segredo por trás desses “sonhos” que os dois tiveram? Começa aqui a fascinante história do encontro dos dois jovens que jamais teriam seus caminhos cruzados.

Esse aqui eu conheci após assistir a animação, e foi uma das mais linda que vi, ri chorei, me apaixonei e até uso como imagem de tela de celular! Simplesmente não tem como não amar.

The Seven Deadly Sins #01 (Nanatsu no Taizai)


The Seven Deadly Sins #01



Os “Sete Pecados Capitais”, um grupo maligno de cavaleiros que conspiraram para derrubar o reino de Britânia, supostamente foram erradicados pelos Cavaleiros Divinos, embora ainda existam rumores de que eles estão vivos. Dez anos depois, os Cavaleiros Divinos realizaram um golpe de estado e assassinaram o rei, se tornando os novos e tiranos governantes do reino. Elizabeth, a única filha do rei, sai em uma jornada para encontrar os “Sete Pecados Capitais”, e recrutá-los para que possam ajudar a tomar o reino de volta.

Muita aventura e mitologia, o anime se encontra disponível na Netflix e o mangá esta sendo lançado pela editora JBC, então se você assistiu e gostou, corre comprar seu exemplar!

Tokyo Ghoul

Tokyo Ghoul #01


Em Tokyo, criaturas conhecidas como “Ghouls” vivem entre os humanos e os devoram para sobreviver. Alheio a eles, o jovem universitário Ken Kaneki leva uma vida pacata entre livros, até que um trágico encontro o coloca diante desses seres e o obriga a lutar por sua humanidade.


Mais um que passou da lista de animes que assisti para lista de mangás que precisava desesperadamente ler, o anime é maravilhoso e a trilha sonora vive no replay das minhas playlists!

Ataque dos Titãs  (Shingeki no Kyojin)


Ataque dos Titãs #01

O mundo foi dominado por Titãs, criaturas gigantescas devoradoras de humanos! Os poucos sobreviventes viram sua civilização reduzida a um território protegido por muralhas, que foram capazes de manter a ameaça afastada por mais de cem anos. Mas tanto tempo de tranquilidade está prestes a ruir, com o ataque de um titã mais alto e poderoso do que a enorme muralha!


Um dos melhores animes/mangás dos últimos anos, sucesso de críticas e considerado por muitos uma verdadeira obra prima não poderia faltar nessa lista.

Pílulas Azuis

Pílulas Azuis

Nesta narrativa gráfica pessoal e de rara pureza, por meio de um roteiro simples e de temas universais (o amor, a morte), Frederik Peeters conta sobre seu encontro e sua história com Cati, envolvendo o vírus ignóbil que entra em cena e muda tudo, e todas as emoções contraditórias que ele tem de aprender a gerenciar: amor, raiva, compaixão. Pílulas azuis nos permite acompanhar, sem nenhum vestígio de sentimentalismo, através de um prisma raramente (senão nunca) abordado, o cotidiano de uma relação cingida pelo HIV, sem deixar de lançar algumas verdades duras e surpreendentes sobre o assunto. Apesar da seriedade do tema, Pílulas azuis é uma obra cheia de leveza e humor. Não é à toa que é considerada por muitos a obra-prima de Frederik Peeters. Uma das mais belas histórias de amor já publicadas.

Uma obra que todos deveriam ler, Pílulas Azuis foi com certeza uma leitura linda e reflexiva e em breve irei resenhar aqui no blog.

Maus

Maus

Maus, rato, em alemão, é a história de Vladek Spiegelman, judeu-polonês que sobreviveu ao campo de concentração de Auschwitz, narrada por ele próprio ao filho Art. O livro é considerado um clássico contemporâneo das histórias em quadrinhos. Foi publicado em duas partes, a primeira em 1986 e a segunda em 1991. No ano seguinte, Maus ganhou o prestigioso Prêmio Pulitzer de Literatura. A obra é um sucesso estrondoso de público e de crítica. Desde que foi lançada, tem sido objeto de estudos e análises de especialistas de diversas áreas, artes, história, literatura e psicologia. Em nova tradução, o livro é agora relançado com as duas partes reunidas num só volume. Nas tiras, os judeus são desenhados como ratos e os nazistas ganham feições de gatos; poloneses não-judeus são porcos e americanos são cachorros. Esse recurso, aliado à ausência de cor dos quadrinhos, reflete o espírito do livro: trata-se de um relato incisivo e perturbador, que evidencia a brutalidade da catástrofe do Holocausto. Spiegelman, porém, evita o sentimentalismo e interrompe algumas vezes a narrativa para dar espaço a dúvidas e inquietações. É implacável com o protagonista, seu próprio pai, retratado como valoroso e destemido, mas também como sovina, racista e mesquinho. De vários pontos de vista, uma obra sem equivalente no universo dos quadrinhos e um relato histórico de valor inestimável.

Mesmo ainda não tendo terminado a leitura dessa Hq, não poderia deixar de citá-la pela profundidade de sua importância, é impossível não se emocionar com a história contada nas páginas.

Bem pessoal, claro que essas foram apenas algumas indicações, por que se não esse post não iria terminar tão cedo, fiquem atentos pois pretendo trazer mais desse universo quadrinista, e também da cultura japonesa. E no início do mês de Outubro irá ocorrer a 9ª edição do HQPB aqui na minha cidade João Pessoa/PB, o evento gira em torno de Quadrinhos e Cultura Pop, e vamos ter grandes nomes como o renomado David Lloyd, desenhista da HQ "V de Vingança", influenciadores do mundo Gamer, concurso de Kpop e muito mais!  

10 comentários:

  1. Oi Jani! Orange é só amor. Foi o primeiro mangá que li e vicei. Recomendo Red Garden, Aoharaido e Anohana também.
    Bjos!!!

    ResponderExcluir
  2. Jani, gostei da matéria, ficou muito boa!
    Suas escolhas são excelentes, recomendo Zero no Tsukaima (anime) e fuuka (mangá). ZNT É bastante divertido, se tirar o ecchi e fuuka é bem cheio de reviravoltas.

    ResponderExcluir
  3. Olá, Hq está em alta. Eu vi uma blogueira falando que está viciada. Eu não sou lá muito fã de Hq, mas quem sabe eu não mude de idéia

    ResponderExcluir
  4. Olá
    Adoro mangás, sou do tempo em que se publicava mangás com as páginas em leitura ocidental, esse ano voltei com tudo a leitura de quadrinhos, e ando com muita vontade de ler Orange

    ResponderExcluir
  5. Não sou muito de ler mangás. Li um de terror e nem gostei muito.
    Mas achei super válido seu post e suas dicas porque pude conhecer várias outras opções.
    Anotei algumas!!!

    Beijinhos!

    #Ana Souza
    https://literakaos.wordpress.com

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Fofíssimos esses mangás! Maus e orange eu já conhecia, apesar de nunca ter lido, mas os outros eu fiquei com vontade de ler!
    Anotei as dicas!

    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Confesso que não sou muito chegada em mangás e por isso não conhecia os que você citou. Porém, fiquei interessada em Orange, pretendo fazer a leitura.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Não sou muito fã de mangas mas depois desse post me bateu uma curiosidade

    ResponderExcluir