(Resenha) Victoria e o Patife - Meg Cabot

Livro no Skoob: Victoria e o Patife
Título Original: Victoria and the rogue
Autora: Meg Cabot
Editora: Galera Record
Páginas: 256
Ano: 2017

Neste romance histórico juvenil escrito pela autora de “O diário da princesa”, acompanhamos a trajetória de Victoria. Criada pelos tios na Índia, ela é enviada a Londres aos 16 anos para conseguir um marido. Mas é na longa viagem até a Inglaterra que a jovem encontra o amor, na figura de Hugo Rothschild, o nono Conde de Malfrey. Tudo estaria ótimo se não fosse a insuportável interferência do capitão do navio, Jacob Carstairs. Por que ele não pode confiar na escolha de Victoria? Por que ele não a deixa em paz? Estaria Hugo escondendo algo?

Os romances de época da autora Meg Cabot são aqueles livros que leio de olhos fechados, pois sei que o que me aguarda é sempre uma história divertida! A autora também lançou muitos outros romances de época com o pseudônimo de Patricia Cabot, e muitos deles já foram lançados no Brasil, eu já li alguns e gostei bastante! Mas Victoria e o Patife veio com uma proposta diferente, e apesar de ser uma leitura menos densa, conseguiu me conquistar de um jeito que eu não esperava!

Lady Victoria, uma jovem de dezesseis anos está em um navio a caminho da Inglaterra, ela foi criada pelos tios na Índia, mas após receber a herança deixada pelos pais, os tios decidem enviá-la para a casa da irmã de sua mãe, sua tia Beatrice. Mas antes de sua chegada a Londres, Victoria conhece no navio Hugo Rothschild, o nono conde de Malfrey, um lorde louro, alto, charmoso e bastante gentil, que flertara com ela nas ultimas semanas, e que acaba de pedi-lá em casamento! 

Iremos conhecer também o capitão do navio Jacob Carstairs, um cavalheiro que Victoria não suporta, e quando Jacob aparece para atrapalhar o pedido de casamento dela e de Hugo Rothschild, Victoria decide dar uma lição no capitão, e acaba aceitando o pedido de casamento de Hugo! Então quando desembarca na Inglaterra Victoria já está praticamente noiva! Imaginem a reação dos tios? E principalmente de Becky? Ela é prima de Vitoria e não está muito de acordo com esse casamento precipitado, afinal os boatos sobre os problemas financeiros de lorde Malfrey não são bons. 

Mas Victoria está bem ciente desse problema, na verdade está até feliz em poder ajudar o marido. Apesar de ser um pouco ácida em seus pensamentos, e de falar verdades que uma dama não deveria, Victoria tenta ao máximo sempre ajudar as pessoas. Por isso ninguém irá impedi-la de casar com o homem que escolheu para marido, a não ser Jacob Carstairs que está sempre tirando-a do sério, e tentando de alguma forma lhe persuadir a não se casar com Malfrey. Mas o que Jacob teria contra lorde Marfrey? Que segredo ele esconde, e que tenta de alguma forma alertar Victoria?

''- Na verdade - continuou ele, ainda usando aquele tom grave e sério -, acho que seria bem emocionante se casar com alguém que não precisa de você, mas que apenas... deseja estar com você.''  Página, 171

Essas discussões entre os protagonistas, as cenas divertidas entre os dois, e Jacob ter sempre uma resposta para o jeito ríspido de Victoria é o que deixa o livro mais divertido. A leitura flui tão bem, e a Meg escreve de um jeito tão incrível que até o fato de o livro ser mais juvenil não tira o prazer da leitura para os leitores mais experientes desse gênero literário, na verdade, se você procura algo mais intenso e consistente não vai encontrar aqui, pois o livro possui poucas páginas. É uma história bem rápida, que vai deixar um gostinho de quero mais, e com aquele desejo de que possuísse pelo menos mais umas cem páginas pela frente. 

Meu amor por Victoria e o Patife, é uma sentimento que ainda não consigo explicar, eu amei tanto essa história, apesar de ser leve e simples. Me apeguei ao relacionamento da Victoria com o Jacob, alguns podem achar a história um pouco boba, mas as vezes são essas histórias que nos deixam com um sorriso fácil no rosto por dias. Para quem está iniciando nos romances de época, ou não desejam ler algo mais ousado, sem aquelas cenas quentes que possui em alguns romances, esse livro com certeza é a indicação certa!

VICTORIA E O PATIFE foi cedido em parceria com a GALERA RECORD


Sobre a autora:

Meg Cabot é autora best-seller número 1 do New York Times, aclamada pela crítica com a série O Diário da Princesa, que deu origem a um popular filme homônimo da Disney. Mais de 25 milhões de seus livros para adultos, adolescentes e crianças foram vendidos em 38 países Atualmente ela vive em Key West, na Flórida, com o marido e vários gatos.

17 comentários:

  1. Oi, Eli!
    Eu vi que esse livro dividiu opiniões. Teve gente que gostou e outras que não.. Só lendo mesmo pra saber o que vou achar, já que nunca li nada da Meg hahahaa
    Beijos
    Balaio de Babados
    Concorra ao livro Depois do Fim autografado

    ResponderExcluir
  2. Que bom que você gostou. Vi alguns comentários de gente que não tinha gostado tanto dessa história. A capa é muito linda e adorei a sua resenha e seus comentários :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  3. hi dear,
    i'm a new follower of your cute blog, can you follow mine on my blog?
    https://amoriemeraviglie.blogspot.it/

    ResponderExcluir
  4. Oie
    Eu curti bastante este livro, mas achei ele meio fraquinho. Estou ansiosa para ler o proximo da série, vi a capa hoje e fiquei curiosa.

    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oie Elidiane =)

    Ah!! Como esse mundo literário é incrível! Um mesmo livro e duas visões totalmente diferentes dele. Ao contrário de você, não curtiu muito a leitura de Victoria e o Patife. Achei a protagonista um porre e intrometida. Sério fiquei muito irritada com ela rs...

    O que salva é o Jacob que é um fofo e que em minha opinião merecia coisa melhor rs...

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  6. Oi Eli, tudo bem? Eu amo os romances de época da Meg, mas concordo com vc que este tem uma proposta diferente dos anteriores. A protagonista é mais jovem e isso mudou bastante minha visão sobre o livro! Ainda não terminei a leitura, mas realmente a narrativa da Meg é bem fluida! <3

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  7. Oi
    esse livro é super leve e legal de se ler, eu também já li livros dela como Patricia e são bem diferentes. Estou louca para ler um outro dela desse ênero que a galera também vai lançar. O meu desse tá emprestado.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi! Eu amo Meg e não vejo a hora de conferir mais este livro dela, vi que já vem mais um por aí desta série. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  9. Oie, adoro a escrita da Meg e a acho sempre uma boa pedida. Adorei saber que esse livro é uma leitura gostosa e rápida de se fazer, e acho maravilhoso como a Meg não abusa das cenas hots como ocorre em muitos livros atuais. Pena ser curtinho e acabar rápido.

    ResponderExcluir
  10. Eu nunca li nada da autora, mas morro de vontade. Eu acho a capa desse livro muito bonita e adorei ver a sua opinião sobre ele. PArece ser um livro que eu me encantaria com a leitura.

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Não tive o prazer de conhecer a escrita da autora, mas pelo que li na sua resenha, parece que essa história além de divertida é leve e envolvente! Gostei do enredo e achei a capa fofa!!

    Bjs!

    ResponderExcluir
  12. Oiê!
    Gostei de sua resenha, mas o livro em si não me agradou porque realmente nunca me interessei pela escrita de Meg Cabot. Não me lembro de ter lido algum romance dela, mas também não tenho vontade. =/

    ResponderExcluir
  13. oi, conheço a escrita da Meg, é divertida e leve, apesar de hoje não me atrair enquanto leitora, não compraria os livros dela, sempre indico para alguns alunos adolescentes, pois acho que quando precisamos apenas de entretenimento, ela arrasa.

    ResponderExcluir
  14. Oiii!

    Eu sou uma grande fã da autora mas ainda não li esse livro e espero fazer isso em breve! Gosto bastante da forma como ela cria seus personagens e eu tenho certeza que me apaixonaria por essa obra!

    AMEI a resenha!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  15. Olá,

    Todos os livros que já li da Meg foram bastante satisfatórios e divertidos, são uma ótima dica de livros, sempre! Ainda não tive a oportunidade de ler esse, mas estou bem curiosa para conhecer essa história, já li coisas muito boas sobre esse livro, espero ler muito em breve.
    Essa capa está um amorzinho! Fiquei babando desde o primeiro momento em que vi.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Olá, tudo bem? Nossa, essa é a primeira vez que vejo uma resenha toda positiva sobre o livro. Sou fã do gênero, mas tinham falado que a história tinha muitas falhas. Gosto de histórias rápidas, e pela capa podemos perceber e ter noção em não esperar coisas tão profundas. Dica anotada, e ótimas palavras <3
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Oi oi. Essa capa tá uma coisa de linda, né? É um livro leve e sem muitas prete does não fazem mal a ninguém, amo pra sair de uma ressaca de um livro mais denso. Fiquei super empolgada com a nota que você deu e me tirou as impressões ruins de uma outra resenha que li. Afinal, tudo é uma questão de perspectiva.
    Bjs

    ResponderExcluir