(Resenha) O livro de Sangue e Sombra - Robin Wasserman

Livro no Skoob: O livro de Sangue e Sombra
Título Original: The book of blood and shadow
Autora: Robin Wasserman
Editora: Rocco
Páginas: 375
Ano: 2017

Quando tudo parecia caminhar bem, um atraso para um encontro muda a vida de Nora Kane para sempre. Seu melhor amigo, Chris, está morto; a namorada dele, Adriane, em estado catatônico; e Max, o príncipe encantado de Nora, desaparecido. Mas o que parecia um pesadelo ruim o suficiente, fica ainda pior quando Max se torna o principal suspeito do crime. Desesperada para provar a inocência do namorado, a jovem, que trabalha num projeto de pesquisa traduzindo antigos manuscritos do latim, segue a trilha de sangue sem se importar com o destino final. E ele vai levá-la dos Estados Unidos à histórica Praga, e ao centro de um enigma que inclui uma teia obscura de sociedades secretas movidas pela ambição de encontrar a Lumen Dei, uma misteriosa máquina que contém a receita para o conhecimento supremo e para a comunhão com o divino, e que estaria enterrada num manuscrito de centenas de anos.

O livro de Sangue e Sombra narra a história de quatro amigos inseparáveis, Nora, Max, Cris e Adriane, que se envolvem em uma pesquisa que os levam a embarcar numa aventura perigosa e que carrega séculos de segredos. O livro é narrado em primeira pessoa pela Nora, que acaba por se tornar o pivô de toda a trama.

Nora conhece Cris e Adriane quando acaba mudando de colégio após a morte do seu irmão. E o seu desejo é levar uma vida normal, convivendo com a dor de ter perdido um irmão, e por ter sido deixada de lado por seus pais ausentes, por não terem superado a perda de um dos filhos. É por isso que ela não conta para ninguém sobre sua tragédia familiar, e encontra em Adriane e Cris uma forma de seguir em frente.

Algum tempo depois, mais um integrante é inserido nesse grupo de amigos, Max, o nerd temperamental, muito calado e misterioso. Nora é o que podemos chamar de especialista em traduções de latim, graças a influência do seu pai. Então, não é de se estranhar que ela e Max acabam se dando muito bem. Max é colega de quarto do Cris, mas ele só se aproxima mais de Nora e Adriane, quando ele, Cris e Nora decidem trabalhar juntos, numa pesquisa para o professor Hoffpauer, um pesquisador que já foi muito famoso, mas que atualmente se encontra desacreditado por todos. Por isso ele tem verdadeira obsessão por desvendar os segredos do manuscrito Voynich, já que muitos tentaram durante anos, mas sem sucesso. E ele entende que decifrar os códigos contido nesse livro é o caminho para a sua acensão.

E é nesse trabalho investigativo que muitas coisas estranhas e perigosas começam a acontecer. Desde perseguições, à assassinatos. E eles precisam se unir para tentar desvendar esse mistério, já que isso se mostra como a única forma de mantê-los vivos. 

O livro é um suspense, então não quero falar muito mais do que isso, para não acabar soltando algum spoiler. Sobre a parte física do livro, gostei bastante da capa e diagramação, acho que a Rocco foi bastante caprichosa, porém encontrei alguns poucos erros de tradução. A premissa da história é muito boa, esses mistérios históricos cheios de enigmas que mistura um pouco de realidade e ficção, que deixa o leitor muito curioso sobre como a história irá se desenrolar e o que acontecerá com os personagens, é o que mantém a nossa atenção no livro.

Porém a autora exagera muito nos momentos em que ela precisa fazer alguma descrição, e acreditem, ela descreve muitas coisa, na minha opinião, o livro poderia passar por uma revisão e ser reduzido em 30% da sua história, já que muitas vezes a Nora, que é quem narra a história divaga tanto, que eu ficava perdida, desfocava o meu interesse, e tornava a leitura entediante. O que é uma pena, pois a história em si é muito boa, mas acho que a autora se esforçou tanto para nos levar de fato a Praga e a seus monumentos, que acabou exagerando na dose. Um outro problema é a nossa narradora, Nora não me conquistou, depois de tudo que ela passou, ela não conseguiu fazer brotar em mim nenhuma empatia por ela, quando as coisas iam acontecendo eu só pensava: "Que droga Nora, de novo?" já que ela acabou se mostrando uma personagem muito ingênua e influenciável.

Se você gosta de mistérios, e livros com poucos diálogos e bastante descrições, então esse livro é para você. E apesar do título e da sinopse, esse não é o tipo de livro que mete medo.


O LIVRO DE SANGUE E SOMBRA foi cedido em parceria com a EDITORA ROCCO


Sobre a autora:





Robin Wasserman cresceu na Filadélfia, mas hoje vive no Brooklyn. É autora best-seller de mais de dez romances para jovens adultos e dá aulas na Universidade de Southern New Hampshire. Seus textos já apareceram no The New York Times, Tin House, The Los Angeles Review of Books e diversas antologias de contos.

15 comentários:

  1. Oie
    Achei o livro interessante, tem uma premissa legal, mas não curto muito livros que tem muita descrição, isso torna a leitura cansativa.

    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Que bacana ! Eu não conhecia não mas achei bem legal e sua resenha muito completa que dá vontade de ler

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem? Uau, esse livro parece ser perfeito para mim, como eu ainda não conhecia?! Adorei a resenha e fiquei super curiosa!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem?
    Confesso que estava muito interessada na historia até ler que tem descrição em excesso. O que os autores não entendem muitas vezes é que não é a quantidade de páginas que vende um livro e sim uma boa história. Apesar da sua ressalva fiquei curiosa pelo desfecho e pretendo ler ele muito em breve. Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá.
    Não gosto muito de livros de fantasia, prefiro policial e romances mas gostei de ler a tua resenha. :)

    ResponderExcluir
  6. Olá, Amanda!

    Eu gostei da sua resenha, estou na dúvida se já vi esse livro antes. A capa é bem legal, eu gosto de livros com muitas descrições, até já li A Estrada da escritora Comarc McCarthy que por sinal tem poucos diálogos, o livro tem que ser bom. Vou anotar essa sua dica e pesquisar mais sobre o livro!
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá! Eu já compraria esse livro só por ter essa capa maravilhosa! Eu não curto livros com muitas descrições, mas como se trata de um suspense, acho que elas são bem necessárias. Curti muito a indicação!
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi, Amanda!
    A história parece ser ótima! Pena que a narrativa de Nora não te cativou muito. Agora, alguns autores gostam mesmo de enrolar com descrições, não?
    Vamos ver se vou gostar desse (do preço eu não gostei rsrs).
    Bjs
    Por essas páginas

    ResponderExcluir
  9. Eu não conhecia o livro e achei a premissa interessante, mas esse negócio de autores exagerarem nas descrições está me cansando, irrita ler algo sem necessidade e mais ainda quando a personagem se perde tanto pra falar. Enfim, eu acho que faria a leitura se não tivesse outro livro para ler. Gostei da sua resenha e da sua sinceridade.

    ResponderExcluir
  10. Oie amore,

    Não conhecia esse livro, mas já me encantei com essa capa lindeza!
    Adoro livros com mistérios, e esse fiquei bem curiosa pra ler.
    Dica anotada!

    Beijokas!

    ResponderExcluir
  11. Pena que cê não gostou muito das partes descritivas, mas eu particularmente gosto e me interessei pelo livro, tem uma capa linda também!

    O blog de vocês é um amor,
    Beijinhos <3
    Livros que Li

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem?

    Não conhecia o livro, mas fiquei bem curiosa com o enredo, pois parece bem interessante. Uma pena que a autora tenha exagerado nas partes descritas, é ruim quando isto acontece, pois sentimos que muitas coisas "desnecessárias" tornariam a leitura bem mais agradável. Mesmo assim, gostei da resenha e já quero ler!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Oi, tudo bem?
    Adorei o livro, tanto pelo enredo como pela capa. Ao contrário da Alice aqui em cima, eu amo detalhes, pelo menos para mim quanto mais melhor haha sou meio contrário mesmo!
    Por isso gostei tanto do livro! <3

    ResponderExcluir
  14. Heeey!

    Que bacana.
    Não conhecia o livro mas a premissa me chamou atenção.
    As partes extremamente descritas podem me desagradar também, mas de uma forma geral me pareceu um bom livro.
    Dica anotada.

    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Olá, Amanda.
    Eu adoro livros de suspense e mistério, tinha até gostado do que você descreveu da história, mas só em saber que o livro é muito detalhado e divagativo, eu perdi o interesse na história. Mas a capa é linda, fiquei extremamente encantada por ela!

    ResponderExcluir