(Resenha) Em Um Bosque Muito Escuro - Ruth Ware

Livro no Skoob: Em Um Bosque Muito Escuro
Título Original: In a dark dark wood
Coleção: Luz Negra
Autora: Ruth Ware
Editora: Rocco
Páginas: 288
Ano: 2016
Em um bosque muito escuro é narrado por uma escritora reclusa que aceita o convite para a despedida de solteira de uma amiga de escola com a qual não tinha contato há anos. Quarenta e oito horas depois de chegar ao local da festa, uma casa de campo isolada, ela desperta numa cama de hospital, com a devastadora certeza de que alguém está morto. E mais do que tentar lembrar o que aconteceu no fatídico fim de semana, precisa descobrir o que fez. Com uma atmosfera inquietante, em que segredos do passado são revelados aos poucos e as relações se constroem pelo entrelaçamento de admiração, carinho, inveja e ressentimentos, Ruth Ware entrega um thriller arrebatador, que não à toa a colocou entre os principais nomes do novo suspense feminino, como Paula Hawkins e Gillian Flynn. Em um bosque muito escuro será adaptado para o cinema por Reese Whiterspoon.

Um suspense bem tenso...

Se tem uma coisa que a Ruth Ware conseguiu fazer foi me deixar confusa. Não que o final seja imprevisível, nos primeiros capítulos você começa a perceber algumas facetas dos personagens que fazem com que você já fique desconfiada de como as coisas vão acabar, mas daí durante a leitura a autora vai confundindo a sua cabeça, e você mergulha nas dúvidas da protagonista, o que de certa forma foi bom, pois me dava mais ansiedade por terminar e descobrir logo como a história iria acabar.

Em um bosque muito escuro conta a história de Nora, uma escritora de livros de suspense de 26 anos que mora sozinha e leva uma vida pacata e metódica em Londres. Certo dia ela recebe um e-mail de uma estranha, convidando-a a participar de uma despedida de solteira de uma ex-amiga que ela não vê a 10 anos, despedida essa que durará um fim de semana inteiro e que ocorrerá em outra cidade. E eu não sei se é porque eu moro no Brasil e desconfio até da minha própria sombra, mas eu não iria... e se fosse, depois que chegasse na casa e me sentisse tão perturbada quanto a protagonista, eu não ficaria. Creio que por isso eu desconfiei muitas vezes da sanidade de Nora, e até cheguei a desconfiar dela.


A casa fica no meio de um bosque, e pra ficar mais sinistro ela é de vidro, tipo a casa dos Cullen de Crepúsculo, então... O grupo que vai participar dessa despedida é um tanto peculiar, mas não quero entrar em detalhes sobre as personalidades deles, pois é melhor que vocês tirem suas próprias conclusões.

O livro é narrado em primeira pessoa, o que acrescenta uma carga maior de mistério, já que só temos acesso as informações que a protagonista também tem. Os capítulos se alternam entre o presente, onde a Nora está no hospital sem se lembrar muito bem do que aconteceu, e os acontecimentos do fim de semana, que também é um ponto positivo, pois você demora um pouco mais para saber como a história vai se desenrolar. O livro tem alguns pontos negativos na sua construção que citarei logo abaixo, mas a narrativa é boa, e não deixa a história se arrastar.

Um dos pontos negativos da leitura, é que algumas coisas foram forçadas, como a história da casa, a madrinha, as brincadeiras, os convidados... Enfim, algumas coisas ficaram bem armadas, outras ficaram sem explicação. Num contexto geral o livro é um bom thriller de suspense, te deixa curioso, me deu alguns medinhos às vezes, e sendo o primeiro da autora, acredito que ela tem potencial sim para melhorar.

Como descrito na sinopse, o livro será adaptado para o cinema, e tem uma base para um excelente roteiro, que me da a expectativa de sair na contra mão das adaptações e do filme ser melhor que o livro.

EM UM BOSQUE MUITO ESCURO foi cedido em parceria com a EDITORA ROCCO

Sobre a autora:






Ruth Ware cresceu em Sussex, na costa sul da Inglaterra. Ela trabalhou como garçonete, livreira, professora de inglês como língua estrangeira e assessora de imprensa. Ela agora mora no norte de Londres com sua família. Seu thriller de estréia, In a Dark, Dark Wood, foi um best-seller do New York Times, e foi escolhido para o filme pela New Line Cinema.

31 comentários:

  1. Oi Amanda! Olha, se eu encontrasse essa casa eu jamais entraria hehehehehehe acho que sentiria o cheiro de perigo de longe rsrsrrss parece ser um bom suspense, apesar das ressalvas e acredito que tenha uma boa trama para o cinema. Adorei a resenha!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  2. Gostei da resenha Amanda. Aprecio suspenses e apesar deste livro ter deixado a desejar em alguns aspectos, me pareceu ser uma dica bacana. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  3. OIiieee

    Que pena que parte da leitura se sentiu meio forçada ou absurda, isso é uma coisa que não curto quando acontece em um thriller. A sinopse é bem legal e instiga a gente a querer conferir a história, mas no momento ainda é um livro que ainda me deixa com o pézinho atrás-
    Amei a resenha, super sincera e bem escrita.

    Beijos

    aliceandthebooks.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Olá
    Adorei poder conferir suas impressões a respeito desse livro, que para mim é muito bem desenvolvido e eu adorei todas as características apresentadas. Para mim, foi uma ótima surpresa. Ao contrário de você, não achei nada forçado não, na verdade achei bem tranquilo..
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bom? Confesso que não sou muito fã de suspenses, então acho que não me arriscaria no livro, ainda mais quando você diz que sentiu a historia meio forçada, acabei de ler um livro assim e estou fugindo de outros hahaha

    Beijos
    http://resenhaatual.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi, Amanda!
    Em alguns livros, os personagens fazem coisas ou passam por algo que eu nunca me imagino fazendo, assim como você pensou em relação com esse e-mail e festa.
    Já tinha visto resenhas desse livro e fiquei bem curiosa. Apesar desse pontos negativos, é um livro que quero ler sim.
    Vai ter filme? Não sabia que ia ter filme, pois não costumo ler sinopses. Tenho que ler esse livro antes de sair filme!
    Beijão!
    http://www.lagarota.com.br/
    http://www.asmeninasqueleemlivros.com/

    ResponderExcluir
  7. Olá!

    Já vi essa capa por aí e até a achei muito bonita, mas por se tratar de um título que sugere um certo nível de terror, eu preferi evitar. Sou uma cagona por natureza.
    Ainda bem que li sua resenha, pois achei a premissa muito interessante e gostei muito de saber que a autora intercala a narrativa entre o hospital, onde a protagonista está, e entre a festa que a levou a está lá. Achei bem interessante. Obrigada pela dica!

    Ingrid Cristina
    Plataforma 9 3/4

    ResponderExcluir
  8. Oi, vi um comentário sobre este livro em outro blog. Não gosto do estilo, mas confesso que achei bem promissor o fato da casa de vidro, alguém morrer, ela acordar no hospital e sem memória. Fiquei curiosa para saber como tudo se desenrolou, mas ao ler vc dizer que foi tudo meio forçado, desanimei.
    Enfim...
    Beijos
    www.estilo-gisele.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Interessante, mas não muito. Eu, como você, já ficaria me perguntando por que a protagonista aceitou a esse convite tão... estranho, de uma pessoa que já nem via. Soa um tanto inverossímil. O pior, para mim, foi a sua menção a cenas forçadas. Não gosto disso, parece que faltou planejamento na obra.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oie Amanda =)

    Vi a capa desse livro em alguns Instagram, mas confesso que ela não tinha chamado a minha atenção. Agora após ler sua resenha acredito que ele não seria uma leitura muito fluida.

    Não gosto quando tenho a sensação que o autor está forçando a barra para dar impacto a narrativa.

    Vou pular dessa vez ;)

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.


    ResponderExcluir
  11. O livro tem um ar de mistério muito intenso e como você disse, acredito que funcionaria bem na telona. Será que eu acharia as coisas artificiais como você achou. Como não tenho costume de ler o genero, acho que para mim, fluiria.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Olá
    Essa é a primeira resenha negativa (diga-se de passagem) que leio sobre o livro. Esse está não meus desejados logo que vi a sua resenha em alguns blogs que frequento pois eu amo o gênero. Eu gosto muito de livros narrado em 1° pessoa e acho também que isso ajuda ao mistério ficar ainda maior rsrs. Uma pena a autora ter forçado algumas partes do livro. Enfim, mês. Voassem eu Aida pretendo ler o mesmo e tirar minhaa próprias conclusões. Até mais ver
    Bjs

    ResponderExcluir
  13. Oie! Tudo bem?
    Eu já li uma resenha sobre esse livro e na época mesmo ele não despertou minha curiosidade, gosto bastante do gênero, mas que seja algo "agradável" de ler e não muito pesado, que é o que esse livro demonstra ser, por isso passo a dica!
    Bjss

    ResponderExcluir
  14. Olá! Parece ser o tipo de leitura que não me chama tanto a atenção e que eu sempre acabo deixando pra depois. Além disso, o fato de terem algumas coisas que não foram bem explicadas me desanimaram um pouco. Afinal, todo livro com um bom suspense, deve ter um final bem explicado e aceitável, pois também não adianta ter um desfecho completamente "fora da casinha". Espero que a adaptação cinematográfica supere as expectativas...

    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Oi, tudo bom?
    Eu normalmente já fugiria desse livro só pela sinopse. É que sou muito medrosa e esses livros de suspense mais tensos são complicados para mim. Tem que ser um livro realmente incrível para me motivar a ler e, mesmo assim, as vezes o medo ganha kkkkk.
    Aí, como você falou que achou que algumas coisas ficaram meio forçadas, já desanimei de vez.
    Mas achei legal você dar sua opinião sincera! Gostei muito da resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Como assim eu não conhecia esse livro? Eu AMEI a sinopse, amei, amei. A única coisa que não gostei foi essa capa, meio feinha hahahaha. E vai ter filme ainda... Como você disse, talvez o filme consiga ser melhor, se cortarem essas coisas forçadas por exemplo.
    Adorei a forma com a qual a narrativa intercalada foi criada.
    Vou pesquisar mais um pouquinho sobre o livro, mas deve entrar pra minha lista :D



    ourbravenewblog.weebly.com
    Participe do nosso TOP COMENTARISTA valendo um livro JANTAR SECRETO do autor Raphael Montes :)

    ResponderExcluir
  17. Carambaaaaaa, adorei kkkk eu seria como você, não iria a um lugar que não conheço pra uma festa de uma pessoa que não vejo a 10 anos kkk olha o quanto isso pode dar errado! Adorei a casa ser tipo a dos Cullen, já senti mtt vontade de ler!

    MEMÓRIAS DE UMA LEITORA

    ResponderExcluir
  18. Oie,
    Adoro esses suspenses, o enredo me parece bom, mas esses pontos negativos que você citou podem incomodar bastante. Mas foi como você disse é o primeiro da autora ela pode melhorar com o tempo.
    Esse foi um livro que a principio não tinha chamado minha atenção, mas após sua resenha vou pro na litinha.


    Bjs,
    Garotas de Papel

    ResponderExcluir
  19. Olá ♥
    Estou louca com esse livro desde quanto vi vários blogueiros falando sobre ele. Tenho que confessar que a trama me lembrou um pouco a de A garota no trem, mas sei que o enredo em si não tem nada haver. Fiquei feliz em saber que a narração é feita em primeira pessoa, ou seja iremos seguir apenas uma linha de raciocino, por um lado isso é ruim , mas é ai que deve tá a jogada do livro, pois vamos saber o que a protagonista nos apresenta. Não sabia que ia virar filme, então tenho que ler ele logo. Adorei a resenha ♥

    ResponderExcluir
  20. Olha, também não sei se é porque eu sou daqui, mas eu definitivamente não iria para um lugar assim ao ser convidada por e-mail por alguém que eu nem conheço, só sendo doida mesmo para ir. Então tirando o fato de eu já ter certeza que a protagonista ter problemas mentais, eu já tive experiência com um filme em uma casa de vidro que me aterroriza até hoje, só de pensar em ler um livro com esse cenário já saio correndo. Achei até legal a ideia, mas é uma pena que em alguns momentos a autora não tenha conseguido deixar as coisas naturais, como é o primeiro livro realmente dá para melhorar e acho que esperarei o próximo para ler, porque minha coragem com casas de vidro são zero kk mas de qualquer forma vou anotar aqui, se surgir a oportunidade com certeza lerei!
    Um beijo
    www.brookebells.com

    ResponderExcluir
  21. Olá, tudo bom?
    Gente, quem em sã consciência vai para um lugar que não conhece, no meio do mato, em uma casa de vidro e quando se sente incomodada continua lá? Não acho que essa desconfiança seja coisa de brasileiro não, acho que a falta de senso é do pessoal lá de fora, porque sempre vemos filmes com essa temática haha Só iria para esse lugar se o Emmett Cullen estivesse a minha espera, mas, acho que não é o caso né? kkk Apesar das partes forçadas que você destacou, fiquei bem curiosa para conferir a obra e descobrir seu desfecho, mas, já lerei esse livro com uma ressalva por essa situação inicial. Quero ver se vou sentir um pouco de medo também rs Adorei sua resenha!

    Beijos!
    @PollyanaCampos
    Entre Livros e Personagens

    ResponderExcluir
  22. Oie, bacana saber que essa autora tem bastante potencial em construir uma história misteriosa, mas é uma pena a presença desses fatos forçados que não se encaixam tão bem. Eu não tive interesse ainda em ler a obra, mas quem sabe futuramente.

    ResponderExcluir
  23. Oie
    realmente história forçada e sem explicação acaba perdendo pontos mas fora isso parece ser uma leitura muito legal, eu vi outras resenhas elogiando e fiquei bem curiosa pois adoro o o gênero, mas agora vou sem muita expectativa para nao me decepcionar

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Oi, Amanda

    Eu já conhecia o livro e você não foi a primeira a dizer que o livro é meio forçado, o que me leva a ficar não só com um como com os dois pés atrás. Detesto essa sensação.
    Não sabia que o livro seria adaptado, vamos ver se leio até lá.

    Beijos

    ResponderExcluir
  25. Oiee ^^
    Acho uma loucura essa coisa de ir numa festa de despedida de solteira sem ser convidada para o casamento, e, ainda por cima, uma década após o último contato. Só isso já me faz imaginar que a história é um tanto forçada, mas é uma pena que isso é mesmo verdade. Uma pena, mas, ainda assim, eu tenho curiosidade de saber o que acontece com a protagonista ao longo da história.
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  26. Olá!
    Esse livro já está na minha lista a um bom tempo e eu quero muito ler ele, pois amo mistérios e tudo mais, li muita coisa positiva sobre a história e a primeira resenha que vejo alguns pontos negativos citados. Uma pena essa coisa de forçar a introdução de alguns fatos, deixa tudo muito superficial, dei uma abaixada na expectativa, mas ainda quero muito ler.
    Beijos,
    Nay
    Traveling Between Pages

    ResponderExcluir
  27. Oi oi querida,
    Eu adorei a resenha pois tive a sensação de sinceridade enquanto lia. Espero ver o filme quando lançar, pois gosto dos livros do gênero. Pena que se sentiu mal sobre alguns aspectos da obra. Mas pretendo dar uma chance a leitura em breve, e espero que seja antes do filme lançar :)

    Beijoss, Enjoy Books

    ResponderExcluir
  28. Tenho lido muitas coisas positivas a respeito desse livro, que só me dão mais vontade de lê-lo!

    Acho que sua resenha é a única que li com pontos positivos tão significantes, mas acredito que não ira prejudicar a leitura! Gostei de ler suas impressões sobre ele!

    Ótima resenha (e ansiosa pela adaptação cinematográfica, haha!!)

    Abraços!
    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  29. Olá!
    Já é a segunda vez que vejo comentários sobre esse livro ser mal trabalhado, o que é uma pena porque eu acho a premissa muito legal, quem sabe a ideia não seja melhor adaptada para o cinema, algumas coisas funcionam melhor no visual. Vamos esperar que os próximos livros da autora sejam melhores :)
    Beijos,

    Luana

    ResponderExcluir
  30. Gente, para tudooo!!
    Amo thriller, e esse parece muito bom mesmo... Se não me engano já assisti um filme parecido... Parabens pela resenha!
    Bjss da Isa ��

    ResponderExcluir
  31. Oi, tudo bem?
    Eu não conhecia esse livro e confesso que não costumo ler suspenses, sabe? Mas gostei de saber mais sobre esse livro, o mesmo tem uma premissa interessante, mas é uma pena ter tido partes forçadas e sem explicação.

    Beijos :*

    ResponderExcluir