(Resenha) Ligeiramente Maliciosos - Mary Balogh

Livro no Skoob: Ligeiramente Maliciosos
Título Original: Slightly Wicked
Série: Os Bedwyns #02
Autora: Mary Balogh
Editora: Arqueiro
Páginas: 288
Ano: 2015
Após sofrer um acidente com a diligência em que viajava, Judith Law fica presa à beira da estrada no que parece ser o pior dia de sua vida. No entanto, sua sorte muda quando é resgatada por Ralf Bedard, um atraente cavaleiro de sorriso zombeteiro que se prontifica a levá-la até a estalagem mais próxima. Filha de um rigoroso pastor, Judith vê no convite do Sr. Bedard a chance de experimentar uma aventura e se apresenta como Claire Campbell, uma atriz independente e confiante, a caminho de York para interpretar um novo papel. A atração entre o casal é instantânea e, num jogo de sedução e mentiras, a jovem dama se entrega a uma tórrida e inesquecível noite de amor. Judith só não desconfia que não é a única a usar uma identidade falsa. Ralf Bedard é ninguém menos do que lorde Rannulf Bedwyn, irmão do duque de Bewcastle, que partia para Grandmaison Park a fim de cortejar sua futura noiva: a Srta. Julianne Effingham, prima de Judith. Quando os dois se reencontram e as máscaras caem, eles precisam tomar uma decisão: seguir seus papéis de acordo com o que todos consideram socialmente aceitável ou se entregar a uma paixão avassaladora? Neste segundo livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh nos conquista com mais um capítulo dessa família que, em meio ao deslumbramento da alta sociedade, busca sempre o amor verdadeiro.

Ligeiramente Maliciosos é o segundo livro que leio da série Os Bedwyns, e ele veio para concretizar de uma vez por todas o meu amor pela escrita da autora Mary Balogh, apesar de no momento ter terminado apenas o segundo livro dessa série de irmãos conflituosos e apaixonantes já me considero uma grande fã das histórias criadas pela Balogh, onde os personagens encontram o amor quando menos se espera.

Judith não está muito feliz com a perspectiva do seu futuro, a mesma está em uma diligência a caminho da casa da tia, porém para viver de favor, pois devido as dívidas do irmão mais velho a família encontra-se numa situação financeira nada favorável para ela e as outras irmãs, por isso Judith foi a escolhida entre elas para viver as custas da ''boa vontade'' de sua tia Effinghan e também da prima Julianne.

Mas ela não imaginava que a sua sorte poderia piorar, pois a diligência em que vinha sofre um pequeno acidente na estrada, impossibilitando a todos de continuarem a viagem, mas nem tudo parece está perdido, pois surge na estrada lorde Ranuulf Bedwyn que está a caminho da casa de sua avó lady Beamish, em Gradmaison Park, a avó de Rannulf o nomeou como o seu único herdeiro e tem como sonho e último desejo de sua vida ver o neto casado. Rannulf não pretendia interromper a sua viagem, mas mesmo assim decide ajudar, principalmente a levar Judith (que se apresenta como Claire uma atriz de teatro que está a caminho de uma peça) a uma estalagem mais próxima para que possa pedir ajuda. O detalhe é que Rannulf também não diz o seu nome verdadeiro e informa que se chama Ralf Bedard.


Como filha de um vigário, Judith nunca pensou que chegaria tão longe com um homem que mal conhecia, ir com ele a cavalo, mentir sobre o seu nome, e ficar a sós com ele em uma estalagem... Bem ela estaria fadada a uma vida de muito trabalho na casa dos tios, pois era uma parente pobre e sem esperança de um bom casamento, então porque não aproveitar o momento e tentar ser a Judith que ela sempre desejou? Logo os dois se veem fascinados um pelo outro, e se entregam a um desejo ardente, porém mais do que isso, é explícito como os dois se dão bem, e como conversam sobre tudo, família, e até sobre a vida de atriz de ''Claire Campbell'' (apesar de está mentindo, Judith realmente sempre gostou de atuar, mesmo que não tivesse platéia, e de ler tanbém) ela é bastante talentosa e deixa Ranuf (Ralf) muito impressionado, até mesmo acreditando que ela é uma amante formidável...

Porém Judith sabe que essa mentira precisa acabar, mesmo Ralf desejando continuar com a aventura dos dois ela precisa continuar o seu caminho para a casa da tia, e pensar em Ralf apenas como um sonho bom que relembrará todos os dias de sua vida sem graça, e árdua na casa da tia. Mas o destino lhe pregará uma grande peça, imaginem só a confusão quando ela descobrir que Ralf está cortejando (a pedido da avó) ninguém menos que Julianne a sua prima fútil e mimada? E que Ralf é na verdade Rannulf Bedwyn um homem rico e irmão do duque de Bewcastle, enquanto ela uma simples filha de um vigário? A atração entre os dois resistirá a verdade iminente?

Com personagens inteligentes e ricos em emoções e sentimentos a autora me cativou com uma escrita encantadora, onde nos simpatizamos e até nos identificamos com a personagem, é muito bom ver a evolução de Judith na história, uma garota cheia de sonhos, mas que não acredita que tem o direito de ser feliz, e que não tem consciência da sua própria beleza. Os irmãos Bedwyns não costumam se apaixonar facilmente, mas quando isso acontece nos deliciamos com tudo que eles são capazes de fazer uns pelos outros, e principalmente pela pessoa amada. A narrativa da Balogh em Ligeiramente Maliciosos está mais ousada, e também com mais aventura e intrigas, em nenhum momento a história fica chata, apesar de não ter aceitado bem o fato dos personagens principais terem se envolvido tão rapidamente sem nunca terem se visto antes. Mas como o título mesmo sugere, existe muita malícia e sagacidade entre o casal. E também muita gente que vai querer vê-los infelizes.

Ligeiramente Maliciosos entrou para a minha lista de favoritos do ano, e já ganhou um lugar especial na minha estante, pois é gratificante quando nos apegamos tanto a os personagens que eles parecem até ser reais, e é isso que acontece com essa série, as histórias são mais do que apaixonantes, elas são inesquecíveis.
   Ela queria pensar em Rannulf como o eterno herói de um conto de fadas.  Pág. 216
O próximo livro da série será sobre Freyja Bedwyn e eu já estou muito curiosa para lê-lo, pois Freyja é uma mulher audaciosa, e de muita coragem. Então, se desejam começar a ler uma série de romances época essa família é mais do que indicada, e a escrita da autora realmente dispensa comentários, então leia e se apaixone assim como eu!

LIGEIRAMENTE MALICIOSOS foi cedido em parceria com a EDITORA ARQUEIRO

Sobre a série:

2. Ligeiramente Maliciosos 
3. Ligeiramente Escandalosos 
4. Ligeiramente Seduzidos
4. Ligeiramente Pecaminosos (Ainda não lançado no Brasil)

Sobre a autora:



Mary Balogh nasceu e foi criada no País de Gales. Ainda jovem, se mudou para o Canadá, onde planejava passar dois anos trabalhando como professora. Porém ela se apaixonou, casou e criou raízes definitivas do outro lado do Atlântico. Sempre sonhou ser escritora e tinha certeza de que, no dia em que escrevesse um livro, ele seria ambientado na Inglaterra do Período da Regência. Quando sua filha mais nova tinha 6 anos, Mary finalmente encontrou tempo para se dedicar ao antigo sonho. Depois de 3 meses escrevendo na mesa da cozinha, a primeira versão de sua obra de estreia estava pronta. Publicada em 1985, deu a Mary o prêmio de Romantic Times de autora revelação na categoria Período da Regência. Em 1988, depois de vinte anos no magistério, ela passou a se dedica apenas aos livros. Hoje May Balogh é presença constante na lista de mais vendidos do The News York Times e vencedora de diversos prêmios literários.

17 comentários:

  1. Que bom saber que entrou pra sua lista de favoritos! No meu caso, eu achei esse o pior volume da série kkk acho que a Judith não me convenceu, as coisas se desenrolaram um pouco forçadas demais. Mas não deixa de ser uma história boa <3

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi, Eli!
    Menina, eu ainda não comecei a ler essa série, mas só vejo elogios. Ela está anotadinha aqui na listinha de futuras leituras. Mas acho que também vou me incomodar um pouco com esse envolvimento rápido demais.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do sorteio de aniversário Balaio de Babados e Postando Trechos
    Participe da promoção 1 Ano de Estilhaçando Livros

    ResponderExcluir
  3. Oiieeee

    Tenho vários livros historicos na minha lista e os da Mary Balogh e Sarah MacLean vem em primeiro lugar porque são duas autoras que sempre em encantam com suas histórias.
    Essa série dos Beldwyn quero conferir, espero conseguir ler Ligeiramente Casados até o final do ano.

    Beijos

    unbloglitteraire.blogspot.com.ar

    ResponderExcluir
  4. Olá,
    Eu li o primeiro livro da série no mês passado e maie a escrita da autora. Amei essa família também que estava carente depois de terminar os Bridgertons. Uma coisa que gostei muito foi eles serem o oposto dos famosos libertinos dos romances do gênero. E não vejo a hora de ler esse também. A capa está mais bonita do que a do primeiro.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pela resenha Eli! Já li Ligeiramente Casados, Ligeiramente Maliciosos e Ligeiramente Escandalosos e curti bastante. Estou ansiosa para ler Ligeiramente Seduzidos! Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  6. Achei fofo demais esse livro, como já disse outras vezes, romances de época não fazem meu estilo, mas particularmente achei esse livro interessante, a premissa também. Sua reenha ficou ótima!

    http://www.leitorasvorazes.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi, Eli!
    A história parece interessante e com personagens bem desenvolvidos, apesar de romance de época não ser muito a minha praia, gostei da indicação!
    Beijos!
    Borboletas de Papel | InstagramFanpageTwitter

    ResponderExcluir
  8. Oi Elidiane!

    Eu amo a Mary! Adoro a série e Ligeiramente Maliciosos é o meu preferido até o momento!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Confesso que esse tipo de romance não me ganha facilmente, até porque as premissas geralmente são bem parecidas. Porém, com tantos elogios, difícil não ficar com vontade de conferir. Principalmente por encontrar bons personagens e uma trama envolvente.
    Boa resenha.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de setembro. Serão três vencedores, cada um ganhando dois livros.

    ResponderExcluir
  10. Oi, Eli!
    Que bom que adorou o segundo livro da série. Ainda não li nada da Balogh, mas tenho muita curiosidade. Creio que seja um bom livro e uma boa série, sem dúvida.
    Eu até entendo seu incômodo quanto ao casal ter sido rápido quanto ao envolvimento, mas acho que entenderei ao ler.
    Enfim, gostei de saber sua opinião.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Oi
    eu já li resenhas desses livros, que bom que gostou de ler e ainda tenho intensão de ler, já que esse gênero de livro meu pegou de vez de tão viciante.


    momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Oi! Esse é o meu preferido da série até agora, adorei ter em mãos um romance tão cheio de obstáculos.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  13. Oi Elidiane,
    Ainda não li nada da autora, mas pretendo mudar isso em breve.
    Essa série com certeza está na minha lista.
    Bjs e uma ótima noite!
    Diário dos Livros
    Siga o Twitter

    ResponderExcluir
  14. Oie Elidiane =)

    Eu adoro essa série, mas o meu livro favorito aqui é ainda o terceiro, O Ligeiramente Escandalosos.

    Gostei desse também, mas no final a Judith me irritou um pouco com as frescuras dela rs...

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  15. Oi
    Essa série é uma das minhas queridinhas, adoroooo!
    Parabéns pela resenha, ficou lindinha
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa

    ResponderExcluir
  16. Eu tenho muita curiosidade para ler essa história.Eses romances de época modernos são lindos.Gosto muito rs
    Sua resenha me incentivou :)


    beeijão
    http://www.carolhermanas.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oie!
    Eu adoro um bom romance de época, mas ainda não li nada dessa autora. Até já vi muito esse livro nas livrarias e nas redes sociais. Mas sabe como, né? A lista de livros é interminável, e eu planejo iniciar essa série só depois de concluir a coleção de 'Os Bridgertons'.
    Ah! Amei saber que esse foi um dos seus favoritos. Acho que vou começar por ele. =)

    Bjos,
    http://helendutra.com/

    ResponderExcluir