(Resenha) Amor à moda antiga - Fabrício Carpinejar

Livro no Skoob: Amor à moda antiga
Autor: Fabrício Carpinejar
Editora: Belas-Letras
Páginas: 105
Ano: 2016
Em seu aniversário de 43 anos, Fabrício Carpinejar ganhou de presente uma velha máquina de escrever Olivetti Lettera 82 verde-esmeralda. Desde esse dia, ele se dedica a escrever poemas de amor e guardá-los como um inventário de seus sentimentos e emoções. Pela primeira vez, esses poemas são publicados, exatamente como os originais foram enviados à editora, sem nenhum tipo de correção ortográfica, edição ou retoques, inclusive com as anotações feitas a mão pelo próprio Carpinejar.

Não é de hoje que aprecio os textos do Carpinejar, sou daquelas que segue o autor nas redes sociais, se identifica com as palavras escritas por ele, e ainda curte e posta várias frases dele no Facebook e Twitter. Por isso fiquei muito feliz em ler o seu novo livro Amor à moda antiga, que contém poemas repletos de amor, e profundidade de sentimentos que me deixou encantada e apaixonada como sempre.

O livro possui poucas páginas (tanto que a minha irmã assim que o viu o devorou em poucos minutos) e a cada página somos apresentados a poemas que foram escritos em uma velha máquina de escrever que o autor ganhou de presente. É impossível não se identificar em algum momento com os poemas do Carpinejar, ele fala do amor de uma forma bem humorada e verdadeira, e isso deixa a leitura prazerosa.

Os poemas são pequenos mas repletos de significados, e palpável a admiração, diria até um encantamento profundo com que o autor descreve e declara o amor em sua escrita. Carpinejar também fala de solidão e da saudade em relacionamentos, e sobre o que é está apaixonado. Confesso que me vi em vários dos seus poemas, assim acabamos relembrando aqueles paixões antigas e amores de agora.


''Não invejarei a sua felicidade com outro, o sexo com outro, a casa e os planos de casamento para o resto da vida com outro, os dentes alinhados com outro, após três anos de aparelho comigo. Morrerei de ciúmes se por acaso sofrer pelo outro o que só sofreu por mim''  (Pág. 67)
Apaixonante e singelo, assim é o livro Amor à moda antiga, nele nos sentimos conectados ao Carpinejar pois até os erros gramáticas e palavras que o autor quis acrescentar o livro contém, pois o texto foi publicado exatamente como escritos em sua máquina de escrever, tão simples e ao mesmo tempo de uma riqueza incomparável. E a capa do livro está magnifica, detalhe para a cor do livro que é a mesma cor da máquina de escrever do autor, a Bela-Letras está totalmente de parabéns pelo lindo trabalho!

AMOR À MODA ANTIGA foi cedido em parceria com a EDITORA BELAS-LETRAS

PS: O que acharam do novo layout do blog? Ainda estamos realizando algumas modificações, mas logo logo está tudo ok! :) 

9 comentários:

  1. Oi Eli!
    Eu também acompanho o autor e os textos dele pelo Twitter, adoro!
    Esse livro parece ser ótimo.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  2. A obra é muito convidativa.
    E esta capa verde-esmeralda casa com a sinopse da obra.
    Gosto quando o texto nos convida para refletir.
    Mesmo sendo curto o livro parece estar repleto de sentimentos, inclusive por colocar os textos como foram escritos na máquina.

    PROMOÇÃO DOIS ANOS DO BLOG BIO-LIVROS

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Ola,

    Eu já estava sabendo do lançamento do livro e adoro o autor, tenho todos os livros, eu só não sabia que o lançamento seria para a segunda quinzena de setembro, é muito tempo, irei aguardar para comprar!

    Beijos Mila
    Daily of Books

    ResponderExcluir
  5. Oie Elidiane =)

    Acompanho os textos do Fabricio e acho engraçado como as vezes alguns deles vem no momento certo rs...
    O livro parece ser ótimo, daqueles que a gente lê e relê várias vezes na vida.

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ps: Adorei o layout novo ^^

    ResponderExcluir
  6. Olá! Eu não conhecia o autor ainda, acho que não me lembro de ter lido algo dele por ai mas achei a premissa bem interessante. Fiquei curiosa.
    Beijos
    Estilhaçando Livros

    ResponderExcluir
  7. Adorei o layout! Bem clean <3 não sou muito fã de poemas, infelizmente, mas já ouvi falar do autor e do quão seus poemas são bonitos!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Gostei da resenha Elidiane. Não sou lá muito fã de poemas, mas também acho lindas as frases soltas do Carpinejar e se tiver a oportunidade pretendo ler o livro. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  9. Olá Elidiane,
    tudo bom?
    Estou lendo um livro de poemas que é - muito - difícil de interpretar, mas tô indo...
    Deveria ter começado por algo mais fácil, mas né, a cabeça é dura demais.
    O livro parece ser bem bacana e convidativo.
    Gostei!

    Beijos,
    http://aguardandoogatobranco.blogspot.com/

    ResponderExcluir