Espada de Vidro, de Victoria Aveyard

           SKOOB: Espada de Vidro
           ORIGINAL: Glass Sword
           SÉRIE: A Rainha Vermelha - Livro 2
           AUTORA: Victoria Aveyard
           EDITORA: Seguinte
           PÁGINAS: 496
           ANO: 2016

Se sou uma espada, sou uma espada de vidro, e já me sinto prestes a estilhaçar.” O sangue de Mare Barrow é vermelho, da mesma cor da população comum, mas sua habilidade de controlar a eletricidade a torna tão poderosa quanto os membros da elite de sangue prateado. Depois que essa revelação foi feita em rede nacional, Mare se transformou numa arma perigosa que a corte real quer esconder e controlar.
Quando finalmente consegue escapar do palácio e do príncipe Maven, Mare descobre algo surpreendente: ela não era a única vermelha com poderes. Agora, enquanto foge do vingativo Maven, a garota elétrica tenta encontrar e recrutar outros sanguenovos como ela, para formar um exército contra a nobreza opressora. Essa é uma jornada perigosa, e Mare precisará tomar cuidado para não se tornar exatamente o tipo de monstro que ela está tentando deter.
ATENÇÃO! ESSA RESENHA CONTÉM SPOILER DO LIVRO ANTERIOR

Então galera hoje vou falar sobre a sequência da série A Rainha Vermelha (poderá verificar a resenha nesse link) e estou aqui procurando palavras pra expressar as emoções que esse livro me causou! Após ler o primeiro livro me senti um pouco decepcionada, comecei com expectativas muito altas e acabei me frustrando um pouco, e foi com esse sentimento que comecei a leitura de Espada de Vidro.

E o livro já começa com tudo! Após ser resgatada das garras de Maven, Mare não tem muito tempo para descansar, antes pensava que era única de sangue vermelho com poderes prateados, mas agora sabe que existem outros iguais a ela, seu próprio irmão Shade que todos pensavam estar morto, é um sangue-novo com poder de se teletransportar.

Em posse da lista que Julian lhe entregou, Mare sabe que é questão de tempo até o novo rei caçá-los um a um até exterminar todos eles, começa então uma corrida contra o tempo a fim de salvar o maior número possível de novos aliados.
Centenas de nomes, centenas de vermelhos com poderes. Mais fortes, maisrápidos, melhores do que eles, com o sangue tão vermelho quanto a aurora. — Meufôlego vacila, como se soubesse que está na fronteira do futuro. — Maven vai tentarmatá-los, mas se chegarmos primeiro, eles podem se tornar… O maior exército que o mundo já viu — completa Farley; seus olhos cintilando só de imaginar. — Um exército apenas com sanguenovos.
Ao contrário do livro anterior a ação toda esta focada na Mare, junto com Cal ela inicia uma perigosa missão para recrutar os sanguenovos a fim de lutarem contra Maven. Boa parte do livro se passa com o resgate e treinamento dos vermelhos sanguenovos, ao mesmo tempo em que vemos certa transformação na Mare, cansada de ser usada e se sentir fraca perante os outros ela começa a se tornar mais fria e isso irá ter um custo alto para ela, em certas cenas fiquei comparando-a a Katniss da Trilogia Jogos Vorazes, mas Mare está disposta a iniciar uma revolução e não hesita em deixar uma trilha de corpos em seu caminho.
— Você tem todo o direito de ficar aqui, Cal — digo, erguendo a cabeça domapa. — Mas desta vez não vou ficar esperando sentada.Ele interrompe a fala e se volta para mim[..]— Então espero que esteja pronta para fazer o necessário.Pronta para matar todos que me reconhecerem.Qualquer pessoa que me reconhecer.— Estou.
Mais uma vez o romance não é o foco da história, porém é um alívio em certos momentos, o livro é repleto de lutas e mortes e nossos coraçõezinhos precisam de um pouco de amor! Muitos personagens secundários aparecem e em algumas partes chegam a roubar a cena, Kilorn está bem mais presente, assim como Shade, todos são essenciais para o desenrolar da história.

Um dos pontos que mais me agradaram durante a leitura é a forma como o livro flui, do início ao fim, não consegui desgrudar meus olhos das páginas, a autora escreveu esse livro de forma a não deixar ninguém entediado, é eletrizante!

E essa é a palavra que define o livro, elétrico, pulsante, e em nenhum momento a autora perde a linha ou entra em caminhos desnecessários, o livro é escrito de forma a nos fazer seguir extasiados até o momento do clímax final, olhando para página e pensando “cadê o resto?”, é impossível não terminar esse livro ansiando pelo próximo!

Pra finalizar deixo meus incentivos àqueles que, como eu não esperavam muita coisa dessa continuação, é normal vermos segundos livros que se perdem e não estão a altura de seus antecessores, mas Espada de Vidro é em minha humilde opinião muito melhor que A Rainha Vermelha e espero que o próximo também seja.


Melhor quote:

Algo arranha meu punho, e então me dou conta de que estou me arranhando no meio da minha desolação, criando uma dor física para mascarar a agonia dentro de mim. Ele apenas observa, dividido.— Cada uma das coisas que fiz teve o seu apoio — digo. — Se estou me transformando num monstro, você também está.Ele baixa os olhos.— O amor cega.— Se essa é a sua ideia de amor… 


SOBRE A AUTORA:








Cresceu em Massachusetts e frequentou a Universidade do Sul da Califórnia, em Los Angeles. Formou-se como roteirista e tenta combinar seu amor por história, explosões e heroínas fortes na sua escrita. Seus hobbies incluem a tarefa impossível de prever o que vai acontecer em As Crônicas de Gelo e Fogo, viajar e assistir a Netflix.




12 comentários:

  1. Olá, meninas
    Eu vi bastante gente decepcionada com o primeiro livro. Que bom que nesse a coisa foi diferente. Eu não li o primeiro ainda, mas quero muito ler quando lançar todos, odeio ficar esperando hehe. Gostei de saber que o romance não é o foco da história. Acho que é assim que os livros do gênero tem que ser.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vida de leitor é sofrer esperando os lançamentos heheh, espero que a autora mantenha a qualidade no próximo também!

      Bjs

      Excluir
  2. Ainda não tive a oportunidade de ler os livros da série, mas gostei bastante da resenha. :D talvez mais um vicio para minha vida kkk

    ❣ Blog ❣ www.amigadelicada.com ❥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela visita, e cuidado que vicia mesmo!
      XoXo

      Excluir
  3. Gostei muito do primeiro livro, e estou louca para ler A Espada de vidro. Fiquei empolgada com a sua resenha!
    Mas antes, quero terminar A Coroa Cruel.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fê, ainda não li os contos, também quero muito ler!

      Excluir
  4. Ainda não li nenhum livro da série, mas sua resenha me deixou curiosa para ler. Geralmente leio romances, então como você disse que isto não é o foco da história achei interessante a ideia de mudar um pouco de gênero.
    www.lagrimasdediamante.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luisa, obrigada pela visita,de fato o livro não foca no romance, mas a história é muito boa!

      Bjs

      Excluir
  5. Eu acho que fui uma das únicas pessoas que não gostou do primeiro livro, então não estou animada pela sequência. Mas acho que no meu caso, vale conferir o livro!

    www.ironicageek.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também não gostei do primeiro, mas vale muito a pena ler a sequencia!

      XoXo

      Excluir
  6. Parabéns pela resenha Janiele! Já li A Rainha Vermelha e amei! Estou ansiosa para ler Coroa Cruel e Espada de Vidro! Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Vanessa, espero que goste dos outros também!
    Beijos

    ResponderExcluir