A Rainha Normanda, de Patricia Bracewell


           SKOOB: A Rainha Normanda
            SÉRIE: Emma da Normandia #1
            AUTORA: Patricia Bracewell
            EDITORA: Arqueiro
            PÁGINAS: 400
            ANO: 2015



  Em 1002, Emma da Normandia, uma nobre de apenas 15 anos, atravessa o Mar Estreito para se casar. O homem destinado a ser seu marido é o poderoso rei da Inglaterra, Æthelred II, muito mais velho que ela e já pai de vários filhos. A primeira vez que ela o vê é à porta da catedral, no dia da cerimônia. Assim, de uma hora para outra, Emma se torna parte de uma corte traiçoeira, presa a um marido temperamental e bruto, que não confia nela. Além disso, está cercada de enteados que se ressentem de sua presença e é obrigada a lidar com uma rival muito envolvente que cobiça tanto seu marido quanto sua coroa. Determinada a vencer seus adversários, Emma forja alianças com pessoas influentes na corte e conquista a afeição do povo inglês. Mas o despertar de seu amor por um homem que não é seu marido e a iminente ameaça de uma invasão viking colocam em perigo sua posição como rainha e sua própria vida. Baseado em acontecimentos reais registrados na Crônica Anglo-saxã, A rainha normanda conduz o leitor por um período histórico fascinante e esquecido, no qual fantasmas vigiam os salões do poder, a mão de Deus está presente em cada ação e a morte é uma ameaça sempre à espreita.
  Governando na época compreendida entre o rei Artur e a rainha Elisabeth I, a rainha Emma é uma heroína inesquecível cuja luta para encontrar seu lugar no mundo continua fascinante até hoje.


 A Rainha Normanda foi uma agradável surpresa, não me interessei muito pelo livro, pois achei que seria uma leitura chata, com tópicos históricos, permeados por tópicos políticos.

 Logo no inicio conhecemos nossa protagonista, Emma, uma mulher de anos vivendo as expectativas comuns as damas de sua época, porém Emma apenar de jovem demonstra uma grande força e inteligência, e por esse motivo ela é escolhida por sua mãe para se casar com o rei da Inglaterra, mesmo que ela seja a irmã mais nova e isso vá contra a tradição.

 A partir daí ela se vê em meio a um novo mundo, cheio de intrigas, onde sua presença não é bem quista por muitos. Emma terá que ser corajosa para enfrentar as adversidades e se tornar uma rainha que todos respeitem. Porém, o rei mal a nota, pois o mesmo não tinha o menor interesse em um casamento, muito menos de fazer de uma normanda sua rainha, pois com vários filhos adultos não necessitava de herdeiros, mas incentivado por seu conselho não ver alternativa a não ser se casar.

 O romance não fica de fora do livro apesar de não ser o foco principal, contudo é um amor proibido que pode trazer várias consequências para Emma.
 ''Ela o entendia muito bem. Assim como entendia, o próprio coração o suficiente para saber que, se estivessem juntos longe dos olhos e dos ouvidos curiosos da corte, ela correria um perigo muito amor...''


 O livro é baseado nas Crônicas Saxãs e no livro que a própria Emma mandou escrever sobre ela. Percebe-se como tudo foi construído perfeitamente, a riqueza de detalhes e temas históricos, cada particularidade foi muito bem explorada. Apesar de ser um livro fundamentado em fatos reais, a autora conseguiu imprimir romance, drama, e muito mais no livro, ou seja, uma grande surpresa, algo que pensei não ser possível. 

   ''...Emma teve a impressão de que haviam chegado a uma época em que o amor não tinha lugar. Que era algo a ser apagado, queimado e descartado, deixando espaço apenas para o ódio, o medo e, na melhor das hipóteses, uma fria aliança ocasional. O amor pertencia a um outro mundo. Talvez pudesse ser encontrado após a morte, mas seria imprudente, pensou procurá-lo durante a vida.'' Pág. 300

 Outra coisa que gostei muito: amo quando os livros vem com um mapa, é o que ocorre em A Rainha Normanda, daí podemos sempre dar aquela espiadinha e conhecer melhor o ''universo'' histórico ao qual somos apresentados.


 Esse é o primeiro livro de uma trilogia, o segundo livro ainda não tem previsão de lançamentos no Brasil, porém já sabemos que o seu título é ''The Price''.



A RAINHA NORMANDA foi cedido em parceria com a EDITORA ARQUEIRO



SOBRE A AUTORA





Patricia Bracewell cresceu na Califórnia, onde lecionou Literatura e Redação antes de embarcar na carreira de escritora. É mestre em literatura inglesa e sua pesquisa histórica a levou a lugares como Grã-Bretanha, França e Dinamarca. Tem dois filhos adultos e mora com o marido em Oakland, na Califórnia


21 comentários:

  1. Amei a resenha, fiquei com vontade de ler.

    ResponderExcluir
  2. Esse livro está na minha meta de leitura desde o ano passado, mas sempre passo outros na frente. Me interessei pois me lembrou pela capa, sinopse e agora a sua resenha a série Reign que eu amo e nunca li nenhum livro que se passava em uma época como essa. Ainda sou muito curiosa pra lê-lo, continua na minha meta de leitura pra esse ano rs

    Beijo,
    https://portaoazul.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mariana,

      A história é bem como Reign, além de ser baseada em uma rainha de verdade e tal, com certeza vc vai gostar!

      XoXo

      Excluir
  3. Ahhh, Janiele, meu bolso nao aguenta assim! hahaha
    Esse é mais um que vai pra minha lista, adorei a premissa da história e o fato de ser histórico já me conquista de cara <3
    Beijoss
    www.vidaemmarte.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então Kathleen vida de leitor é assim, o bolso vazio e a estante cheia rsrsrs

      Excluir
  4. Parabéns pela resenha Janiele! Estou ansiosa para ler A Rainha Normanda! Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  5. Oie Jani
    esse livro não despertou muito minha atenção quando lançou, mas bastou vocÊ falar na resenha em romance proibido, e fatos reais, que a curiosidade aguçou. Vou dar uma chance pra ele em breve.
    bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jack, então eu também não estava muito animada p ler ele não, mas até que foi uma grata surpresa!

      Excluir
    2. Oi Jack, então eu também não estava muito animada p ler ele não, mas até que foi uma grata surpresa!

      Excluir
  6. Oi,
    Fiquei bastante curiosa com esse livro desde do lançamento, mas essa é a primeira resenha que leio a respeito dele. Confesso que fiquei ainda mais curiosa!!
    Bjs!
    Fadas Literárias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Iris, realmente eh um livro muito bom, uma experiência muita válida!
      Bjs

      Excluir
    2. Oi Iris, realmente eh um livro muito bom, uma experiência muita válida!
      Bjs

      Excluir
  7. Oie,
    já ouvi falar deste livro e estou bem curiosa. Parece ser uma ótima leitura.

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oie
    Já li este livro e curti muito. É uma história linda e carregada de fatos reais que dão todo sentido na história. Vale muito a leitura.

    Beijos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Nessa que bom que você gostou da leitura, não vi muita gente lendo esse livro.

    XoXo

    ResponderExcluir
  10. Oi Janiele,

    Eu adoro romances históricos e esse está na minha lista desde que li a sinopse. Depois que a minha colunista leu e amou ai que fiquei com mais vontade de ler ainda, ela tá bem empolgada com a continuação igual você.

    Bjs, @dnisin
    www.sejacult.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Denise que bom, não vi ninguém comentando muito esse livro...

      Excluir
  11. Adorei a proposta do livro, sempre gostei de contos históricos confesso! É baseado nas Cronicas Saxãs de Bernard Cornwell? Eu simplesmente amo tudo dele!
    Bjoss
    http://gizahcastro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Olá Janiele,

    Li e resenhei esse livro no blog, adorei demais a história é incrível e não vejo a hora de ler a continuação.....bjs.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir