As estranhas e belas mágoas de Ava Lavender, por Leslye Walton

           ORIGINAL: The  strange and beautiful sorrows of Ava                        Lavender
           AUTORA: Leslye Walton
           EDITORA: Novo Conceito
           PÁGINAS: 304
           ANO: 2014





Gerações da família Roux aprenderam essa lição da maneira mais difícil. Os amores tolos parecem, de fato, ser transmitidos por herança aos membros da família, o que determina um destino ameaçador para os descendentes mais jovens: os gêmeos Ava e Henry Lavender. Henry passou boa parte de sua mocidade sem falar, enquanto Ava que em todos os outros aspectos parece ser uma jovem normal nasceu com asas de pássaro. Tentando compreender sua constituição tão peculiar e, ao mesmo tempo, desejando ardentemente se adaptar aos seus pares, a jovem Ava, aos 16 anos, decide revolver o passado de sua família e se aventura em um mundo muito maior, despreparada para o que ela iria descobrir e ingênua diante dos motivos distorcidos das demais pessoas. Pessoas como Nathaniel Sorrows, que confunde Ava com um anjo e cuja obsessão por ela cresce mais e mais até a noite da celebração do solstício de verão. Nessa noite, os céus se abrem, a chuva e as penas enchem o ar, enquanto a jornada de Ava e a saga de sua família caminham para um desenlace sombrio e emocionante.


  Já imaginaram ser possível alguém nascer com asas? Pois é, Ava Lavander é uma garota que surpreendentemente conseguiu esse feito! O livro me impressionou bastante, pois eu esperava que fosse mais uma dessas estórias de adolescentes tentando descobri a vida, e achar seu lugar no mundo etc.

 Ava Lavander devo confessar foi uma da personagens mais interessantes que conheci nesse mundinho literário, para poder entender o porquê de ter nascido com um par de asas, ela embarca numa busca pela história de sua família a fim de descobrir o que pode ter acontecido para que ela tenha esse fardo, pois nascer com asas não é tão legal assim imaginem só! Alguns a confundem com um anjo, outros não pensam bem assim...
Ao nascer, uma menina linda com asas, que comoveu uma multidão de fiéis e, logo após, um menino que não chamava atenção nenhuma, o irmão de Ava. Mas o que Ava pretendia contar voltando ao passado desde a época de seus bisavós era tudo o que a levara até o grande momento de sua vida, lá, naquela colina no alto da Pinnacle Lane. Uma vida cheia de amor, cheia de tristeza e com certa crueldade. Afinal, ter asas não seria assim tão belo.
 Um dos pontos que mais surpreendeu, foi o fato da autora ter escrito de uma maneira muito próxima ao de um grande escritor o Gabriel Garcia Marquez, viajando através das histórias passadas da família de Ava como no clássico Cem anos de solidão. E a forma como cada sentimento explorado nos faz ver a dor, o amor de uma forma bem mais complexa que o normal. Apaixonei-me por este livro, sua narrativa me cativou pois é incrivelmente suave e ao mesmo tempo intensa.

 A família de Ava nunca tivera sorte no amor, sua mãe, sua avó foram pessoas que deram o coração e a razão para a família, mas de fato, nunca souberam administrar o que sentiam e como fazer com que esse amor fosse certo. As mulheres da família cresceram em um ambiente familiar frio e sem grandes expectativas.
 Apesar de não ser um livro romântico, o amor estar sempre presente nas entrelinhas.A forma como cada personagem lida com esse sentimento é bem peculiar, seja se entregando inteiramente ou negando-o.

 As estranhas e belas mágoas de Ava Lavender é uma ótima opção de leitura, com uma capa simples mas de beleza singela vai nos conquistando a cada virada de página e no final nos deixa com aquela sensação de que acabou rápido demais.

Melhor quote:

-- O amor é capaz de nos deixar tão bobos...          Pág, 22



AS ESTRANHAS E BELAS MÁGOAS DE EVA LAVENDER, foi cedido em parceria 
com o GRUPO EDITORIAL NOVO CONCEITO. 



SOBRE A AUTORA:


Leslye Walton nasceu no Noroeste Pacífico, nos Estados Unidos. Talvez por isso, ela desenvolveu uma estranha afinidade pelo narciso-amarelo – como ele, Leslye também só consegue alcançar a beleza depois de um longo e frio período de mau humor debaixo de chuva. As estranhas e belas mágoas de Ava Lavender é o seu romance de estreia, e foi inspirado em um momento de mau humor durante uma tempestade particularmente fria. Naquela ocasião, Ava ponderou sobre a lógica, ou melhor, a falta de lógica no amor – as maneiras como nós nos convencemos a amar, a continuar amando, a deixar o amor para trás. Leslye Walton é mestre em Escrita. Quando não está escrevendo, ela dá aulas no ensino médio sobre leitura e escrita e, mais importante, sobre ser gentil mesmo nos dias em que não estamos com vontade. Ela vive em Seattle.


10 comentários:

  1. Olá, Janiele! Tudo bem?
    Eu não conhecia o livro, mas o que realmente me convenceu a lê-lo foi a comparação com o Gabriel Garcia Marquez! Gosto também quando a narrativa consegue equilibrar a suavidade com momentos intensos, o resultado disso na leitura fica muito bacana e saber que a personagem também contribui de forma positiva é ótimo! Espero gostar da leitura tanto quanto você!
    Jéssica - http://lereincrivel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jéssica,
      Logo de cara pensei que o livro teria um teor diferente, mais fantasioso. Realmente me surpreendi bastante, espero que você goste tanto quanto eu.

      Excluir
  2. Conhecia o livro pela editora, primeira resenha que vejo e nunca iria imaginar que esse era o conteúdo do livro era esse, sim eu não leio sinopse eu só busco resenha e comentários, parece ser um livro bom, chamou minha atenção, se pá eu leia
    http://contodeumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Sabe que tenho um pouco de preconceito com livros de nomes enormes? Boba eu heheh. Mas já é dois de nomes enormes que li e amei. Quem sabe esse é mais um. Me interessei muito por ele e adorei os quotes.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  4. oie Jani
    eu não esperava muito desse livro, mas ver sua resenha, e a comparação com o autor Garcia Marquez, já me deixou super curiosa e ansiosa para ler.
    bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Janiele!
    A primeira vista esse livro não me chama muito a atenção, mas gostei da sua resenha e entendi a história um pouco melhor, deve ser um livro tocante!
    Queria muito ler Cem anos de solidão, parece ser ótimo! rs
    Beijos
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carol,
      Cem anos de solidão foi um dos primeiros "Clássicos'' que li e até hoje não consigo esquecer a forma tão incrível que este livro foi escrito, espero que você possa ler os dois!

      Excluir
  6. Parabéns pela resenha Janiele! Estou ansiosa para ler As Estranhas e Belas Mágoas de Ava Lavender! Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  7. Oi, Janiele!
    Já tinha visto esse livro mas não havia me interessado por ele. Fiquei curiosa por causa dos elogios a escrita, parece que fez toda a diferença e fez a história ser tocante. Parabéns pela resenha!

    Beijos, Fer.
    http://viciosemtres.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Que lindo!
    Já faz tempo que quero ler esse livro.
    Acho a capa de uma delicadeza incrível.
    E quem me dera ter asas...

    Beijoooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir