(Resenha) Uma Curva na Estrada - Nicholas Sparks

LIVRO NO SKOOB: Uma Curva na Estrada
Título original: A Bend in the Road
AUTOR: Nicholas Sparks
EDITORA: Arqueiro
PÁGINAS: 303
ANO: 2013
MINHA AVALIAÇÃO: 
+ Favorito
A vida do subxerife Miles Ryan parecia ter chegado ao fim no dia em que sua esposa morreu. Missy tinha sido seu primeiro amor, a namorada de escola que se tornara a companheira de todos os momentos, a mulher sensual que se mostrara uma mãe carinhosa. Uma noite Missy saiu para correr e não voltou. Tinha sido atropelada numa rua perto de casa. As investigações da polícia nada revelara. Para Miles, esse fato é duplamente doloroso: além de enfrentar o sofrimento de perder a esposa, ele se culpa por não ter descoberto o motorista que a atropelou e fugiu sem prestar socorro. Dois anos depois, ele ainda anseia levar o criminoso à justiça. É quando conhece Sarah Andrews. Professora de seu filho Jonah, ela se mudou de Baltimore para New Bern na expectativa de refazer sua vida após o divórcio. Sarah logo percebe a tristeza nos olhos do aluno e, em seguida, nos do pai dele. Sarah e Miles começam a se aproximar e, em pouco tempo, estão rindo juntos e apaixonados. Mas nenhum dos dois tem ideia de que um segredo os une e os obrigará a tomar uma decisão difícil, que pode mudar suas vidas para sempre.

Nunca tinha lido nenhum livro do Nicholas Sparks. Todos os comentários que lia sobre os livros do autor, e os filmes que assistia, sempre foram sobre histórias tristes, e com muitas tragédias, por isso meu interesse pelo autor era quase nulo. Mas, depois que li Uma Curva na Estrada as coisas mudaram, para a minha surpresa foi uma leitura linda e emocionante, porém sem deixar de ter as tão famosas características do autor: morte, e muita melancolia por parte dos protagonistas. 

O subxerife, Miles Ryan, tinha um casamento feliz. Missy sua esposa, era sua companheira de todos os momentos, os dois se apaixonaram na adolescência e desde então tinham uma vida maravilhosa juntos. Depois que o filho Jonah nasceu, a felicidade só aumentou. Missy era uma esposa dedicada e uma mãe amorosa. Porém a vida de Miles foi brutalmente abalada pela morte de Missy, ela foi atropelada por um carro, e desde então, Miles vem tentando descobrir e prender o causador do acidente, no entanto sem sucesso, e após dois anos, Miles ainda não se conformou com essa tragédia, e deseja mais do que tudo apanhar a pessoa que acabou com a sua vida e a do seu filho.

Jonah é uma garoto bem esperto, porém seus professores negligenciaram os seus estudos, já que o menino perdeu a mãe. Mas Sarah, a nova moradora da cidade, e também a nova professora de Jonah irá mudar isso, e decide chamar o pai de Jonah, Miles, para uma reunião. É a partir desse momento que Sarah e Miles se conhecem, e começam a sentir um pelo outro uma relação maior do que professora e pai de aluno.

Sarah já foi casada, e desse casamento ficou uma grande tristeza em sua vida, mas depois de conhecer Miles, a esperança de amar e se amada outra vez parece estar prestes a ser alcançada. Mas não vai ser simples assim, pois sérios acontecimentos vão ligar o casal mais do que eles ousam imaginar. Será que a relação construída com grande esmero, e amor, de Sarah e Miles será capaz de suportar a tragédia que está por vir?

O ponto alto do livro é a narrativa misteriosa (em alguns começos de capítulos) da pessoa causadora de todo o sofrimento na vida de Miles, a pessoa que matou Missy. O relato dessa pessoa, o lado dela na história, é de não desgrudar os olhos da leitura, é angustiante e ao mesmo tempo tocante. O que gostei na narrativa do Sparks é que ela é em terceira pessoa, e ele não se prende apenas aos pensamentos de um personagem, podemos acompanhar os pensamentos de todos eles, não ficando preso apenas aos de Miles. A leitura também é repleta de diálogos, a livro em nenhum momento se tornou chato.

Nicholas Sparks me surpreendeu, e me conquistou também, apesar de ter lido apenas esse livro dele. Espero ansiosamente gostar dos próximos livros que lerei do autor. Muitos dizem que o Sparks tem uma forma repetitiva de contar as suas histórias, acho que tive sorte, para mim Uma Curva na Estrada foi diferente. Um livro com personagens dramáticos, fortes, e reais, uma leitura apaixonante, uma verdadeira lição de vida.


UMA CURVA NA ESTRADA foi cedido em parceria pela EDITORA ARQUEIRO


SOBRE O AUTOR:




Nicholas Sparks sempre desejou tornar-se atleta, mas um acidente o impediu de realizar esse sonho. Formado em economia lançou o seu primeiro livro aos 31 anos, ao qual se seguiram outros 16. Suas obras foram traduzidas para 45 idiomas e já venderam quase 80 milhões de exemplares no mundo todo. Oito de seus livros foram adaptados para o cinema. O autor mora na Carolina do Norte com a esposa e cinco filhos.



13 comentários:

  1. Parabéns pela resenha Elidiane! Estou ansiosa para ler Uma Curva na Estrada! Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  2. Boa Tarde.. ;D

    Bom, eu particularmente não sou a melhor pessoa para falar dos livros do Sparks, pois sou completamente apaixonada pelos seus livros e modo de escrever,embora muitas pessoas achem q os fins sejam sempre tragicos (o q sempre é..) me chama ainda mais atenção pra história, na maioria das vezes nos emociona!
    Infelizmente ainda não tive a oprtunidade de ler 'Uma Curva na Estrada', mas já está mais do q marcado na minha enorme listinha! =D

    Gostei da resenha! ;D

    Beijo'
    meumundo-aqui.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oie Eli
    que alivio ler a sua resenha, pois eu li um livro do Nick que fugia também dessa regra de seguir uma certa fórmula (geralmente de doenças e personagens que morrem rs). Estou ansiosa para ler este
    bjos

    ResponderExcluir
  4. Estou com o livro aqui, só esperando a vez dele chegar
    Mas com essa resenha, deu amis vontade de ler

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Nossa,depois dessa resenha com certeza vou ler esse livro logo.
    parabéns pela resenha ;))

    http://melanciapink.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Aaaah, estou LOUCA pra ler esse livro! Simplesmente adoro tudo que o Nicholas escreve, e espero que com esse não seja diferente. Adorei a ideia da narrativa misteriosa.. é um diferencial para ele :)
    Ah, se quer uma dica, sugiro a leitura de A última música ou de O Casamento.
    Beijo!
    Larissa
    Another Words
    http://anothersimplewords.blogspot.com.br/

    P.S.: Peço desculpas pela falta de comentários! Estamos com problemas técnicos na parte dos comentários e estamos demorando para conseguir consertar, mas em breve voltaremos ao normal :)

    ResponderExcluir
  7. Adorei a resenha, mas já li um livro deste autor e não gostei, então se for lê-lo de novo será daqui a algum tempo.
    Beijos

    http://palavrasdeumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. É isso que não gosto muito no Nicholas Sparks, ele deixa a estória melancólica demais e sempre alguém importante morre no final. ¬¬'
    Detesto me apaixonar pelos personagens ou pela estória e um deles morrer, fico detestando o autor. Por isso parei de ler os livros do Sparks.
    A resenha ficou ótima e msm sabendo que alguém morre no final eu daria uma outra chance lendo essa estória.
    Resenha #82 - Finale, de Becca Fitzpatrick.
    Confere lá!
    Manuscrito de Cabeceira
    Bjs.

    ResponderExcluir
  9. O Nicholas tem o poder de nos fazer encantar por seus livros. Eu li A Última Música e adorei! Com certeza, eu irei ler este também :)

    Um beijo,
    Emily Swan do Livro Apaixonado

    ResponderExcluir
  10. Oi Eli!
    Eu adoro os livros do Nicholas Sparks! Espero que depois deste você também leia os outros dele. Um dos últimos que li e recomendo foi Um Homem de Sorte, é lindo.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  11. Oi Eli,
    Eu realmente acho o Sparks repetitivo, por isso estava dando um tempo dos livros do autor. Acabei pegando Um Porto Seguro e gostei, por mais que a fórmula ainda meio qu esteja lá.
    Esse, imagino, acho que é um caso parecido. Por tudo que você disse, reconheço alguns elementos em comum com outros livros dele, mas parece uma história interessante mesmo assim. Não leria no momento, quem sabe no futuro, depois de um período de abstinência do autor rs
    Eu também gosto dessa característica dele mesclar pontos de vista, em muitos livros ele faz isso.
    Beijoo!

    ResponderExcluir
  12. Nossa, eu sou doida pra ler esse livro!
    Já ouvi falar muito bem dele!
    =)
    beijoos
    http://www.porumaboaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. sabe q tbm acho q nicholas sparks é repetitivo. assim como outros grandes autores de sucesso: agatha christie, nora roberts... É como se as historias já tivessem uma "forma padrão" e eles só mudassem os nomes, lugares e características. Isso não é ruim, pq gosto destes três autores, mas é só reparar, os livros deles parecem ter sempre o mesmo pano de fundo. Espero gostar deste livro do nicholas, pois gostei de outros que li!

    ResponderExcluir