A Noiva Despida - Nikki Gemmell


LIVRO NO SKOOB:  A Noiva Despida
TÍTULO ORIGINAL: The Bride Stripped Bare
AUTORA: Nikki Gemmell
EDITORA: Leya
PÁGINAS: 320
ANO: 2012
MINHA AVALIAÇÃO: 


Ela era a esposa perfeita, a mãe exemplar, uma mulher irrepreensível. Então, o que dizer do explosivo diário que deixa para trás? Em suas páginas, ela revela pormenores surpreendentes de sua jornada de descoberta e liberação sexual: ela inicia seu diário no Marrocos, está em lua de mel e acredita ser feliz em sua vida confortável e convencional. Mas ela precisa de mais. Ao descobrir um livro raro, de uma autora anônima do século XVII, sente-se inspirada por sua heroína fogosa que desafia as convenções e busca o prazer. Mas o que começa apenas em sua imaginação, rapidamente ganha contornos de urgência. Pela primeira vez, ela coloca em prática o que de mais íntimo e inconfessável existe em sua alma. Assim, começa uma vida dupla onde ela transpõe a barreira entre fantasia e realidade, em um mundo onde o desejo não conhece limites. Mas o preço dessa liberdade pode ser alto demais... 'A Noiva Despida' é uma aventura nos meandros do sexo e do amor. Uma partilha de confidências que apenas as melhores amigas ousam fazer. No final, é impossível evitar a pergunta: até que ponto conhecemos verdadeiramente a outra pessoa?"

"UM LIVRO QUE INQUIETA E DESASSOSSEGA" Vogue

A Noiva despida é um livro muito estranho, a leitura dele não foi algo agradável, ela perturba muitas vezes, mas quando você começa a curiosidade te impede de largá-lo.

O começo do livro é bem instigante, uma mulher comum, que leva uma vida regrada, anda sempre na linha, a boa amiga, boa filha, boa mãe, boa esposa, a mulher ideal... Que desaparece assim de uma hora pra outra, deixando pra trás apenas um manuscrito que estava escrevendo contando a história anônima de uma boa mulher de família que percebe que está na casa dos trinta, mas sente falta de um algo mais na sua vida, e com a ajuda de um livro que ela possui também escrito por uma mulher anonimamente no século XVII, ela resolve se inspirar na autora para percorrer um caminho diferente em busca da sua libertação, conhecimento e experimento de até onde vão as suas vontades e desejos, muitas vezes agindo de maneira egoísta e impulsiva, mas tudo bem planejado para não deixar vestígios, sem permitir que ninguém desconfie de nada pois deve manter a fachada de boa esposa.

“O seu marido não sabe que você está escrevendo isto. É muito fácil escrevê-lo na presença dele. Tão fácil, porventura, como dormir com outras pessoas. Mas ninguém saberá quem é, nem o que fez, porque sempre foi tida como uma boa esposa.” 

A nossa narradora não tem nome, estranho, mas eu só percebi isso agora quando foi fazer a resenha... ela começa a contar como tudo isso se iniciou ainda na sua lua de mel. É como se fosse uma espécie de diário, onde ela conta tudo, absolutamente tudo, abertamente, sem medidas, escancarado, completamente despida de qualquer preconceito. A narração é algo que perturba, é como se fosse a consciência dela que estivesse narrando tudo, é sempre: “você ri, na densa escuridão...”, “o casamento de seus pais...”,  “Ele faz você se sentir linda...”, é quase como se fossem acusações, não sei explicar muito bem. É um tipo de narração bem diferente, ao menos pra mim foi o primeiro livro que é desse jeito, e eu achei bastante inquietante.

Ao ver a capa e ler a sinopse parece que esse é mais um livro que veio nessa modinha de 50 tons de cinza, leigo engano, não há romance aqui, ele é sim um livro erótico, por isso recomendado para maiores de 18 anos, porém as cenas não têm aqueles detalhes românticos que costumam nos fazer suspirar, as cenas são descritas brevemente, de forma obscena, tudo muito cru, seco e às vezes frio. O livro é um relato detalhado da vida de uma mulher casada que tem uma vida dupla, que trai o marido e mente pra ele naturalmente. A linguagem utilizada por ela não tem o objetivo de ser bonita ou poética, apensa simples, banal e muitas vezes chula.

O livro não é ruim, a leitura apesar de tudo fluiu bem, não se arrastou em nenhum momento, só que eu esperava uma coisa desse livro e descobri outra. Talvez o livro não seja pra mim que tenho uma realidade totalmente diferente da protagonista e gosto de ler livros mais românticos onde tudo é lindo e fofo, e acaba sempre bem. Eu terminei a leitura com muitas perguntas sem respostas, as dúvidas que eu tinha no começo do livro continuaram, não sei se existe alguma continuação, se tiver vou querer descobrir esse mistério. E outro detalhe sobre esse livro é a cerca da revisão que deixou a desejar e incomodou um pouco durante a leitura. Por isso pra mim o livro ficou no campo do regular.



Este livro é uma cortesia da Editora LEYA - LUA DE PAPEL


SOBRE A AUTORA:






Nikki Gemmel nasceu na Austrália e vive actualmente em Londres. É autora de uma obra aclamada internacionalmente e que contempla ficção e não-ficção. A revista literária francesa Lire considerou-a uma das cinquenta escritoras mais influentes do mundo, dada a sua voz única e a temática ousada dos seus livros.


10 comentários:

  1. Nossa Amanda, eu conheci esse livro através da "cortesia" do skoob. E pensei que seria totalmente diferente, isso que dá julgar o livro "pela capa" né? D: Depois da sua resenha fiquei com pé atrás, e acho que nem compraria.

    Sou como você, curto romances mesmo.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Ah, nem um pouco meu estilo esse livro. Também gosto de romances fofos, são meu tipo de livro preferido, ao lado dos livros de literatura fantástica. Se da modinha dos eróticos com romance eu já tenho preguiça, imagina desse livro, com toda essa frieza. Vou passar longe!

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  3. Nunca tinha ouvido falar desse livro e também não me interessei, sei lá :s
    Mas gostei da resenha!

    Beijos, Bianca
    http://behindenemyline8.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Amanda! Indiquei seu blog para um meme, olha lá:
    http://anothersimplewords.blogspot.com.br/2012/12/meme-lacos-de-incentivo-leitura.html

    Beijos, Caroline
    Another Words Blog

    ResponderExcluir
  5. Gostei muito de saber a sua opinião desse livro.
    Assim como vc não é muito meu perfil, mas gosto de saber do que se trata pra poder indicar para quem gosta.
    Bjos

    ResponderExcluir
  6. Oi Amanda. Gostei bastante da sua resenha, mas não me interessei muito pelo livro.

    Beijos,
    Emily Swan
    livro-apaixonado.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia esse livro, mas acabei ficando curiosa!

    Beijinhos e um ótimo Ano Novo!
    May :*
    {tagarelando.net}

    ResponderExcluir
  8. Nunca tinha ouvido falar desse livro até ver nas cortesias do skoob! Desde então venho procurando por resenhas sobre ele pra saber se é bom e pela tua resenha deu pra ver que não é TUDO isso.. hehe A capa é bonitinha e pelo nome não consigo nem "adivinhar" o enredo, é algo bem intrigante!
    Beijos,
    leitoraobsessiva.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Eu vi esse livro em alguma caixinha de correio e quando eu vi, achei que fosse uma espécie de história bem romântica, com um final feliz, que eu amo também, haha.
    Não sei se leria, é tanto perturbador mesmo.
    Beijinhos!
    http://thebooksthief.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Oi Amanda!
    A capa do livro é linda!
    Gosto de histórias instigantes, gostaria de lê-lo!
    Parabéns pela resenha.
    Beijos, Bia!

    ResponderExcluir