Gossip Girl: Psycho Killer - Cecily von Ziegesar

LIVRO NO SKOOB: Gossip Girl: Psycho Killer
TÍTULO ORIGINAL: Gossip Girl: Psycho Killer
AUTORA: Cecily von Ziegesar
EDITORA: Galera Record
PÁGINAS: 321
ANO: 2012
MINHA AVALIAÇÃO:



Bem-vindos a Nova York, onde eu e meus amigos moramos em apartamentos enormes e fabulosos, vestimos roupas fashion dos melhores estilistas e estudamos em exclusivas escolas particulares - e às vezes nos matamos. É uma vida de luxo, eu sei, mas alguém tem de vivê-la.... Até que morra. Entre no mundo de Gossip Girl - um mundo de jovens fabulosos; um mundo de ciúmes, traições e tendências homicidas.


 Nunca tinha lido nada sobre Gossip Girl (e nem assistido a série de Tv), mas fiquei curiosa em ler psycho killer, pois contava a mesma história do livro Gossip Girl: as delícias da fofoca, porém numa edição reescrita e mais sangrenta. E coloca sangrenta nisso! Nunca vi personagens com tanta sede de matar como nesse livro, sério, é muita morte! E a capa não deixa nada a desejar...

 O livro vai nos contar sobre a vida glamourosa e (homicida) de Serena van Woodsen e sua (ex)amiga Blair Waldorf, meninas populares, que moram em apartamentos chiques e estudam em colégios caros, porém com extintos assassinos fora do controle. Tudo começa quando Serena volta do colégio interno (depois de ter matado metade dos garotos de lá) onde os pais a puseram. Ela volta para Nova York com um único objetivo: matar Nate (garoto lindo, com olhos verdes irresistíveis, mas que sempre foi o fraco dela e de Blair) para  ela e  Blair poderem voltar a ter a mesma amizade de antes, sem Nate para atrapalhar. Porém as coisas mudaram bastante desde da partida de Serena, Blair não é mais a mesma, agora ela namora Nate, e não está nada feliz com a volta da amiga que sempre tem todas as atenções para si.

 Serena tenta de todo jeito se reaproximar de Blair, porém sem sucesso, pois Blair não quer saber mais nada dela, a não ser manter distância, excluindo-a de tudo em sua vida.  E depois do plano de matar Nate ter fracassado, Serena se arrepende de ter tentado matá-lo. Só o que ela deseja agora é ter Nate para si, e já que Blair não quer mais a sua amizade (depois de todos que ela teve que matar em prol da amizade das duas), Serena decide que Blair tem que morrer, mas Blair não vai deixar por menos, afinal não é só serena que sabe como matar pessoas.
Ainda se olhando no espelho, Serena levantou o queixo e semicerrou os olhos com uma expressão majestosa. Quando a amizade de Thomas Cromwell  finalmente acabou, o rei Henrique VII mandou que decapitassem-no por traição. E assim seria com ela e Blair. Não podiam continuar matando os outros e lutando por Nate. Claro que Serena mataria qualquer um para se proteger. Mas se ela realmente quisesse recuperar seu antigo status e ficar com Nate, a única pessoa que deveria matar, gostasse ou não, era a própria Blair.                                                                                                          Pag. 136 


 As duas garotas não irão medir esforços para conseguirem o que querem, nem que para isso tenham que matar todos que entrarem no seu caminho, e até mesmo os que não entrarem, nunca vi tanta gente morrer a troco de nada nesse livro, basta uma raiva, ou algum desentendimento para o sangue rolar solto! E o engraçado é que as mortes acontecem de um jeito tão natural, sem afetar ninguém, como se fosse uma coisa normal sair matando por aí.
A cabeça da garota se separou do pescoço com um talho satisfatório. O corpo caiu, enquanto a cabeça voou pelo ar, pousando com respingos numa poça na base do obelisco de pedra. O cabelo era comprido e louro, mas os olhos apavorados e fixos eram de um castanho cor de lama, e não azul-marinho. A cabeça não era de Serena, mas pelo menos havia sido um bom exercício.                                                 Pág. 232

 O que gostei bastante foi dá narrativa do livro, em terceira pessoa e com direito a vários pitacos engraçados da narradora, você não sabe se rir ou se fica chocada com as mortes brutais que as meninas cometem a sangue frio, corpos decapitados, gargantas rasgadas, globos oculares vazados, é realmente macabro e de arrepiar! Todo mundo só pensa em matar nesse livro, confesso que cheguei até a ter pensamentos cruéis enquanto lia esse livro e minha irmã vinha me perturbar... (brincadeira rs)

 Em Gossip Girl: psycho killer Cecily soube mesclar humor e violência, como eu disse antes é um livro em que você rir e fica chocada ao mesmo tempo com o prazer dessas garotas em matar. Serena e Blair são jovens, lindas, ricas mas altamente perigosas e homicidas. Um leitura com direito a traições, inveja, e muitas risadas. Agora fiquei curiosa para ler a versão normal do livro, sem tanto sangue, e onde assassinar alguém não é tão facíl assim...


SOBRE A AUTORA:




Um dos motivos que torna a série Gossip Girl tão real é que a sua autora, Cecily von Ziegesar, foi criado na alta-roda nova-iorquina e frequentou um dos mais chiques colégios da cidade, no Upper East Side. Assim que conseguiu segurar uma caneta pela primeira vez, ela começou a escrever poemas, contos e a fantasiar sobre como seria matar algumas pessoas. Gossip Girl foi sua estréia na literatura 


Este livro é uma cortesia da Editora GALERA RECORD 


12 comentários:

  1. Essa é a primeira resenha que leio desse livro e confesso que fiquei surpresa, não sabia o que esperar dele, nunca li nada dessa serie apesar de acompanhar a serie de tv e gostar. Parabéns pela resenha!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Nunca tinha lido nenhuma resenha desse livro e depois de ler a sua, me surpreendi, pois não imaginava nada disso. Acho até que deve ser um livro bem legal e melhor do que os 'originais'.

    Beijos
    www.carolinecuri.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Eu já tinha ouvido falar neste livro mas não achei que fosse tão macabro! Adorei a resenha!

    ResponderExcluir
  4. Li uma entrevista da autora, e ela me pareceu bem intensa. Eu assisti a primeira temporada da série, mas acabei não me prendendo, por isso não tenho certeza se gostaria do livro.

    Beijão

    Lu Tazinazzo
    http://aceitaumleite.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi flor, gostaria de avisar que a URL do meu blog mudou! Passou de luenealves.blogspost.com para
    http://instituicaojovensprodigios.blogspot.com.br/

    Dê uma passada porque está rolando uma promoção!
    Beijos =D

    ResponderExcluir
  6. Já tinha ouvido falar desse livro, mas não sabia que era tão sangrento assim, haha! Interessante!

    Beijinhos,
    May :*
    {tagarelando.net}

    ResponderExcluir
  7. Já assisti a série, mas acabei perdendo muitos episodios e deixei de mão.
    Essa série em livro me interessa é muito, mas por enquanto estou sem grana e gosto de comprar logo todos os livros pra quando acabar já poder ler a continuação.
    Resenha - A Força dos Anjos.
    Passa lá!
    Manuscrito de Cabeceira
    Bjs.

    ResponderExcluir
  8. Eu adoro a série de TV e tenho todos os livros, mas não sei se essa nova roupagem sangrenta é pra mim rs
    bjos

    ResponderExcluir
  9. Oii!
    Nossa pela capa, já podemos esperar bastante matança! hehehe
    Gostaria de lê-lo! ^^
    Beijos, Bia

    ResponderExcluir
  10. Ahh esqueci de dizer que sou louca pra assistir essa série! *_*
    Bia

    ResponderExcluir
  11. Fiquei chocada e não sei se leria! Não sou de gostar de mortes macabras assim do nada.
    Assisti alguns episódios da série e fiquei muito curiosa, se algum dia tiver $$$ sobrando compro a série:)
    Bjus

    ResponderExcluir
  12. Eu já li quase todos os livros só faltam o livro 12 e 13, e vou dizer a verdade não estou nem um pouco ansiosa pra ler esse, não me atraiu muito, não sou muito fã desses livros/filmes tão sangrentos, acho que vou ficar só com os livros originais,
    Beijos

    ResponderExcluir