Mordida - Meg Cabot

LIVRO: Mordida - Livro 2
TÍTULO ORIGINAL: Insatiable
AUTORA: Meg Cabot
SÉRIE: Insaciável
EDITORA: Galera Record
PÁGINAS: 308
ANO: 2012
MINHA AVALIAÇÃO:
O poder especial de Meena Harper finalmente será valorizado. A Guarda Palatina - uma poderosa unidade secreta que caça demônios - a contratou para trabalhar na filial de Manhattan. A questão é: seu ex-namorado, Lucien Antonesco, é filho do Drácula e o príncipe da escuridão. Tudo bem, Meena decidiu que já chega de vampiros em sua vida... Ao menos até que consiga provar que, mesmo não tendo alma, os seres demoníacos não perderam a capacidade de amar.

Eu não li nenhuma resenha completa de Mordida antes de lê-lo, mas pelo pouco que li, já sabia que a aceitação do livro não era das melhores. Porém fui ler Mordida sem me deixar influenciar pelas opiniões previamente lidas, e resultado: essas opiniões estavam certas.

Pra mim a Meg Cabot simplesmente se perdeu enquanto estava escrevendo Mordida, e acredito que o que dificultou ainda mais a aceitação do desenrolar que ela deu para a história, foi o fato de o livro ser curto então tudo aconteceu rápido de mais. Entenda, o livro é bem escrito sim (só corrido), não é cansativo nem nada, as características da Meg como escritora ainda estão lá, o problema foi o desenrolar da história. Eu ainda não acredito que a Meg terminou essa série desse jeito.

Se você ainda não leu Insaciável aconselho a não continuar lendo essa resenha pois pode correr o risco de conter spoilers.

Insaciável terminou com a Meena separada de Lucien, e pior, ela indo trabalhar para a Palatina. Mordida é narrado seis meses depois disso. A Menna já ta levando uma vida normal na medida do possível, o Lucien como um bom moço que é se afastou da mulher que ama como era a vontade dela. Porque ela é claro achava que tudo de ruim que aconteceu na vida dela era culpa dele. Porque ele era o príncipe das trevas, o mais poderoso, o líder das criaturas da noite, filho e herdeiro do trono de Vlad Drácula e blá, blá, blá... E por isso obviamente eles não poderiam ficar juntos e tal.

Quando Lucien reaparece em Mordida, porque é claro que ele não ia abandonar Meena a mercê de qualquer perigo, ele sempre estava perto para protege – lá mesmo sem ela saber, ela ainda continua culpando o pobre coitado de tudo de ruim que aconteceu, e acho que do que ainda poderia acontecer. Mesmo ela sabendo que ele a ama, e mesmo sabendo que ela também ainda o ama (será?), mas não era certo eles ficarem juntos – acho que a Meena esperava que Lucien fosse um Stefan Salvatore, mas ele ta mais para Damon.

Em contra partida a Meena quer provar para todo mundo, ou pelo menos para a Palatina e Alaric, que o Lucien pode ser bom, que ainda existe humanidade nele, porém Lucien esta diferente, não parece o mesmo Lucien que ela conheceu, e Meena se pergunta se ela pode estar certa sobre ele poder ser bom.
Só que enquanto isso alguns turistas estão sumindo, e isso pode ser associado a algum tipo de ataque vampiresco. Quem aparece também é um padre brasileiro caçador de vampiros, de quem o Alaric não gosta, por ele o ter deixado na mão no passado. Enfim um bom enredo, com mais descobertas sobre o passado de Lucien, e revelações sobre a própria Palatina.

Tanto em Mordida quanto em Insaciável, a Meg parece escritora de novela brasileira, que escreve uma historia num geral muito boa, mas que tem um final onde tudo acontece corrido e que deixa a desejar, é sério, ela se perdeu nos finais dos dois livros. O final de Insaciável até dava para passar, pois tinha continuação e tal, mas em Mordida não... Se você leu Insaciável e gostou tanto quanto eu, a leitura de Mordida é importante, e até necessária, pois dá o desfecho da história, mas só não vá com muitas esperanças.

 
LIVROS DA SÉRIE INSACIÁVEL:
1- Insaciável (2011)
2- Mordida (2012)
SOBRE A AUTORA:
Meggin Patricia Cabot, mais conhecida pela abreviação Meg Cabot ou Patricia Cabot ou pelo seu pseudônimo Jenny Carroll (Bloomington, 1 de fevereiro de 1967), é uma escritora estadunidense.
É mundialmente famosa por ser autora de mais de 60 livros, dentre os quais seu maior bestseller é a série de dez volumes O Diário da Princesa.
Meg também é autora da série A Mediadora, dos livros A garota americana, Ídolo teen, Avalon High, vários livros históricos sob um pseudônimo que ela ainda espera que sua avó nunca descubra, uma série de livros inteiramente no formato de emails (Garoto encontra garota, O garoto da casa ao lado e Todo garoto tem), um livro de mistério (Tamanho 42 não é gorda) e o chick-lit A rainha da fofoca, sobre uma jovem que fala demais, o que é um traço de personalidade que não se aplica à Meg em absoluto.
Meg hoje divide seu tempo entre Nova York e Key West, com uma gata principal (Henrietta, de um olho só), vários gatos de back-up, e seu marido, que não sabe que se casou com alguém cujo signo é cavalo do fogo. Por favor, não conte a ele.

13 comentários:

  1. Oi Amanda.
    no momento ainda não li nenhum livro da série, apesar de achar atemática diferente mas ao mesmo tempo não. Parabén pela resenha, como recomendado por você no começo, caso ainda não houvesse lido o primeiro livro, por isso li apenas alguns trexos cortados, ^^


    Beijos :*
    Natalia do blog Entre Livros e Livros (http://musicaselivros.blogspot.com.br/)

    ResponderExcluir
  2. Não li a resenha, pois ainda não li Insaciável e fiquei curiosa para tirar minhas conclusões sobre a série.

    Beijos
    www.carolinecuri.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Amanda,
    Que pena que as opiniões estavam certas, às vezes acontece de eu não gostar muito de algum livro da Meg, estranho ela se perder em uma estória com tantos anos de experiência, mas vai saber não é?!
    Não estou muito animada com esta série, mas um dia darei uma chance a ela.
    Beijoos!

    ResponderExcluir
  4. Fiquei triste com a nota que você deu, não por ter lido o livro (ainda nem li Insaciável), mas é só porque é a Meg :/ Ainda assim quero muiiiito ler a série :)
    Beijos,K.
    Girl Spoiled

    ResponderExcluir
  5. Oi Amanda
    eu comprei o primeiro livro, mas nunca bateu vontade de ler sabe, ainda mais depois de ler tantas resenhas dizendo que Mordida ficou bem abaixo das expectativas.
    Não sei se vou começar a ler a série.
    Òtima resenha, não consegui fugir dos spoilers, mas me esclareceu muita coisa
    bjos

    ResponderExcluir
  6. Parabéns pela resenha Amanda! Estou ansiosa para ler Insaciável e Mordida e espero não me decepcionar. Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Li Insaciável no início do ano e, sinceramente, gostei bastante do livro. Aguardei ansiosamente pela continuação, mas pelo que eu já li a respeito, o livro não está a altura das minhas expectativas. Uma pena que isso aconteça, pois era uma séries sobre vampiros totalmente diferente das demais e achava que ela teria um desenrolar muito bom, justamente por ser Meg.

    ResponderExcluir
  8. Ainda não li Insaciável, então não posso opinar muito, mas espero não me decepcionar.

    Beijinhos,
    May :*
    {tagarelando.net}

    ResponderExcluir
  9. Oi Amanda!
    Eu não gostei de Insaciável e é por isso que eu nem quero ler esse livro.
    É uma pena que você tenha se decepcionado. :/

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  10. Nossa que pena isso ter acontecido =/
    Fico trite pq o autor tem a famosa "faca e o queijo" nas mãos e faz isso com livros que tinham tudo para dar certo.

    bjos e te espero no meu LVP viu!!!

    ResponderExcluir
  11. Olá Amanda!
    Li só o comecinho da resenha já que não li Insaciável, mas você não é a primeira pessoa a dizer que este segundo livro não é tão bom quanto o primeiro. Não gosto muito de livros corridos demais em que não temos tempo de ser envolvidos nos acontecimentos. Estava louca para ler os dois livros (e nem sabia que este era o último já!), agora não sei se leio ou não. Enfim, parabéns pela sinceridade!

    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Acabei não lendo a resenha toda por não ter lido o primeiro livro. Mas é uma pena quando o autor parece que se perde na escrita, ainda mais de uma história que parecia ser tão boa, ou ainda mais sendo a Meg! rsrs
    Espero não ter a mesma opinião quando ler.

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Oi, Amanda :)
    Então, não li toda a resenha justamente por não ter lido Insaciável. Mas acho uma pena você não ter gostado e ser mais uma das pessoas que critica esse livro s: Na verdade é meio difícil de acreditar que a Meg deixou isso acontecer... mas fazer o que. O bom é que ela ainda tem ótimos livros publicados!
    Beijo, Larissa
    Another Words
    http://anothersimplewords.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir