(Resenha) A sombra do passado - Sylvain Reynard

Livro no Skoob: A Sombra do Passado
Título Original: The Shadow
Série: Noites em Florença - Livro II
Autor: Sylvain Reynard
Editora: Arqueiro
Páginas: 304
Ano: 2016
Nesta sequência de A transformação de Raven, Sylvain Reynard combina suspense e sensualidade em uma das cidades mais belas do mundo, levando o leitor para um universo de fantasia e romance habitado por criaturas centenárias e poderosas.A jovem e doce Raven Wood está em Florença trabalhando na restauração de O nascimento de Vênus, de Sandro Botticelli. Certa noite, ao tentar evitar que um sem-teto seja agredido, ela mesma fica em perigo, mas é salva a tempo pelo belo e poderoso William York. Depois desse encontro, eles se envolvem numa improvável e avassaladora paixão.O príncipe vampiro jura seu amor por Raven e promete se vingar de todos os que um dia a feriram. Contudo, ela prefere não ceder à violência e, para surpresa de William, busca nele algum traço de humanidade sob a aparente frieza – alguma bondade que lhe permita entregar-se a ele sem receios.Mas um perigo terrível pode pôr fim à felicidade do casal. Uma sombra se espalha por Florença, colocando em risco a paz que há séculos existe entre seres humanos e sobrenaturais. Enquanto tenta proteger Raven, o príncipe precisa descobrir quem o traiu e evitar uma guerra entre poderes há muito adormecidos.

Daí você espera mais de seis meses pelo lançamento do livro aqui no Brasil, e o que você faz? Você o termina em dois dias.

A Sombra do Passado é o livro 2 da série Noites em Florença do meu querido/a Sylvain Reynard, esse autor cada dia mais me conquista e me faz ficar fissurada pelo que ele escreve. Foi assim com a série O inferno de Gabriel e está sendo assim na sua atual série. Gostaria de deixar claro que se você não o leu o primeiro livro, A Transformação de Raven, acho melhor parar a leitura por aqui pois a mesma pode conter spoilers

(Resenha) Enquanto Bela Dormia - Elizabeth Blackwell

Livro no Skoob: Enquanto Bela Dormia
Título Original: While Beauty Slept
Autora: Elizabeth Blackwell
Editora: Arqueiro
Páginas: 368
Ano: 2016

Nos salões de um castelo, uma confidente leal guardou por muitos anos os segredos de uma rainha linda e melancólica, uma princesa que só queria ser livre e uma mulher que sonhava com a coroa. Esta é sua história.
Ambientada em meio ao luxo e às agruras de um reino medieval, esta releitura de A Bela Adormecida consegue ser fiel ao clássico ao mesmo tempo que constrói uma narrativa recheada de elementos contemporâneos. Nessa mescla, os dramas de seus personagens um casal infértil, uma jovem que não aceita viver em uma redoma e uma família despedaçada pela inveja tornam-se atemporais.
Quando a rainha Lenore não consegue engravidar, recorre aos supostos poderes mágicos da tia do rei, Millicent. Com sua ajuda, nasce Rosa, uma menina linda e saudável. No entanto, a alegria logo dá lugar às sombras: o rei expulsa de suas terras a tia arrogante, que então jura se vingar. Seu ódio se torna a maldição que ameaça a vida de Rosa. Assim, a menina cresce presa entre os muros do castelo, cercada dos cuidados dos pais e de Flora, a tia bondosa e dedicada do rei que encarna a fada boa do conto original.
Mas quando todas as tentativas de proteger Rosa falham, é Elise, a dama de companhia e confidente da princesa, sua única chance de se manter viva. E é pelos olhos dessa narradora improvável que conhecemos todos os personagens, nos surpreendemos com o destino de cada um e descobrimos que, quando se guia pelo amor a magia mais poderosa do mundo , qualquer pessoa é capaz de criar o próprio final feliz.

Enquanto Bela dormia é uma versão do clássico A Bela Adormecida, porém numa roupagem muito mais realista, muito mais humana, e muito mais triste. O enredo construído pela Elizabeth Blackwell foi muito bem estruturado, porém não foi bem desenvolvido, e apesar da trama ter um quê de mistério, a história acabou ficando arrastada, e a ideia da autora de em cada capitulo acrescentar mais um segredo muitas vezes me irritou.
Aquela mulher tão bondosa, mas tão triste, confiava em mim. E eu faria qualquer coisa para deixa-la feliz.
- Estou às ordens – declarei.
Se eu soubesse os sacrifícios que meus serviços à rainha Lenore acabariam por implicar, será que minha resposta teria sido a mesma?

(Resenha) Boo - Neil Smith


Livro no Skoob: Boo
Título Original: Boo
Autor: Neil Smith
Editora Rocco: Selo Fábrica 231
Páginas: 336
Ano: 2016
Oliver Dalrymple é o típico “looser” americano: aos 13 anos, magro e pálido como um fantasma, está mais interessado em biologia e química do que em esportes e vida social. Um dia, enquanto se recupera de um dos frequentes episódios de bullying de que é vítima recitando a tabela periódica em frente a seu armário, ele desfalece para sempre. E é aí que sua verdadeira vida começa. O “céu” onde Oliver acorda depois do que acredita ter sido uma parada cardíaca em função de um problema congênito chama-se Cidade e é povoado por pessoas que morreram aos 13 anos, como ele e seu colega de escola Johnny Henzel, que chega dias depois de Boo à Cidade, trazendo notícias perturbadoras sobre a causa da morte deles. Notícias que mudam para sempre a percepção de Oliver Boo sobre sua personalidade e seu lugar no mundo. Elogiado pela crítica e adorado pelos leitores, Boo é um romance cativante sobre amizade, confiança, bullying e a difícil tarefa de ser adolescente.

Se eu pudesse definir a leitura desse livro com apenas uma palavra, seria: Maravilhosa. No momento em que eu solicitei o livro para leitura não imaginei que estaria em prantos ao virar a última página, só queria chorar, ainda não consigo acreditar nesse final, só queria poder abraçar o Oliver, e queria que alguém me abraçasse também.

Boo conta a história de Oliver, um garoto de 13 anos, que não se encaixa nos padrões de outras crianças/adolescentes de sua idade, e ao acordar em um lugar estranho chamado simplesmente de Cidade, ele descobre que morreu, ou melhor "passou" e agora irá viver neste céu com outras crianças de 13 anos. Boo, porém não se lembra de nada de sua morte, apenas de estar decorando a tabela periódica e mais nada, mas quando Johnny acorda na Cidade contando que ambos foram assassinados por um atirador na escola as coisas começam a tomar um rumo inesperado.

(Resenha) Ligeiramente Pecaminosos - Mary Balogh

Livro no Skoob: Ligeiramente Pecaminosos
Título Original: Slightly Sinful
Série: Os Bedwyns #5
Autora: Mary Balogh
Editora: Arqueiro
Páginas: 272
Ano: 2016

Em meio à Batalha de Waterloo, lorde Alleyne Bedwyn é ferido e dado como morto pela família. Ao acordar, ele se vê no quarto de um bordel sem lembrar quem é ou como foi parar ali. Sua única certeza é que deseja conquistar o coração do anjo que cuida dele todo dia. Contudo, assim como ele, Rachel York não é quem parece. Depois de enfrentar uma situação difícil, que a levou a viver numa casa de pecados, agora a bela e inteligente jovem precisa recuperar seu dinheiro e as economias das amigas prostitutas, roubados por um falso clérigo. E o belo soldado de quem vem cuidando parece perfeito para se passar por seu marido e ajudá-la em seus planos. Porém, apesar de ter perdido a memória, Alleyne não perdeu nada de sua sedução. De volta a Londres, os dois se envolvem em um escândalo pecaminoso e, a cada beijo, esquecem que seu relacionamento é apenas uma farsa e ficam mais perto de se entregar à paixão. Neste quinto livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh apresenta um romance repleto de humor, com personagens carismáticos que o leitor não conseguirá abandonar ao fim da história.

Ligeiramente Pecaminosos é o quinto livro da série Os Bedwyns, e confesso que tenho um carinho enorme por essa família que vem me conquistando a cada livro lido. Dessa vez iremos conhecer a história de Alleyne Bedwyn e Rachel York, um casal divertido que irá passar por situações bem pecaminosas. A autora Mary Balogh como sempre nos presenteia com uma história ágil, engraçada, e que envolverá o leitor desde a primeira página, e nos deixará com um gostinho felicidade no final.

Alleyne, terceiro irmão homem de Wulfric, o duque de Bewcastle, pretende mudar o rumo de sua vida, fazendo algo de útil... Por isso o mesmo decide entrar em um carreira diplomática, porém ele não esperava que ficaria no meio da Batalha de Waterloo ao se oferecer para levar uma carta para o duque de Wellington em Bruxelas, que estava unindo forças contra Naopoleão. Então, o que acontece quando um jovem lorde ver por si mesmo os horrores da guerra? 

(Resenha) Prometida - Carina Rissi

Livro no Skoob: Prometida 
Série: Perdida #4
Autora: Carina Rissi
Editora: Verus
Páginas: 476
Ano: 2016
Elisa Clarke anda um pouco entediada. Seus dias parecem todos iguais, e os bailes há muito deixaram de lhe dar prazer. Não que isso seja surpresa, pois quando ela está presente os eventos se tornam um desastre! O que é injusto, já que ela sempre foi uma boa moça. Nascida em uma das famílias mais influentes da região, a jovem aprendeu desde cedo a respeitar as normas sociais e a se manter longe de escândalos. Na única vez em que ignorou uma dessas regras, Elisa acabou noiva. E foi apenas um beijo, ora bolas! Um beijo que Elisa fantasiou desde que conheceu e se apaixonou pelo belo e gentil Lucas. Como acontece nos contos de fadas, o jovem médico da cidade mudou sua vida para sempre. Mas não da maneira que ela esperava. Elisa agora está prometida a alguém que a despreza tanto que preferiu ir viver em outro continente. E tudo o que ela deseja é que as coisas permaneçam assim. O que Elisa não sabe é que seu noivo está a caminho do Brasil, e ela terá de enfrentar o homem cujo coração um dia se viu forçada a partir. Destinados a ficar juntos, mas separados pelo coração, Lucas e Elisa vão se envolver em uma sinuosa dança marcada por segredos, mágoas do passado, intrigas e uma arrebatadora paixão, que vai pôr em risco não apenas seus sentimentos, mas a vida de ambos. Em Prometida: uma longa jornada para casa, os leitores vão conhecer a história de Elisa, a doce porém decidida irmã de Ian Clarke, além de rever os personagens mais queridos da série Perdida."

Quem não estava sonhando com a continuação da série Perdida? Confesso que após ler Destinado, fiquei muito triste, pois não gostei tanto assim do livro do Ian. Demorei um pouco para engatar a leitura, mas mesmo assim  não resisti a essa capa linda e ainda por cima compareci no lançamento do livro Prometida aqui na minha cidade, fui sozinha! Porque as meninas daqui do blog me abandonaram! Passei horas na fila e quando chegou a minha vez, fiquei olhando pra Carina feito boba sem saber o que fazer.

Não perdi tempo e comecei a leitura no ônibus mesmo, e gente eu confesso a vocês eu me apaixonei pela história da Elisa, fiquei de coração apertado vendo esses dois se desentenderem, vendo o amor lindo desses dois cabeças duras, eu queria entrar dentro do livro e bater a cabeça deles juntos!

(Resenha) Quando o Amor Bater à Sua Porta - Samanta Holtz

Livro no Skoob: Quando o Amor Bater à Sua Porta
Autora: Samanta Holtz
Editora: Arqueiro
Páginas: 304
Ano: 2016
Ele tem um passado do qual não se lembra. Ela precisa esquecer o seu.
Malu Rocha é uma escritora de 29 anos independente, confiante e bem-sucedida. Mora sozinha em São José dos Pinhais, perto de Curitiba, onde mantém uma rotina regrada de pedalar todas as manhãs, escrever e, semanalmente, visitar o avô de 98 anos em uma casa de repouso.
Porém sua vida toda controlada sai do eixo quando um homem bate à sua porta e se apresenta como Luiz Otávio Veronezzi, dizendo ter perdido uma reunião marcada com ela. Malu não se lembra do compromisso e sua primeira reação é dispensá-lo. Mas o belo desconhecido insiste, explicando que sofreu um acidente de carro, ficou em coma e perdeu a memória, assim como seus documentos. As únicas coisas que restaram foram um pouco de dinheiro e um papel com o nome e o endereço de Malu, o nome dele e a data da reunião. Luiz confessa que a escritora era sua última esperança para descobrir a própria identidade.
O problema é que ela não tem a menor ideia de quem ele seja.
Desconfiada, mas sentindo-se responsável pelo acontecido, Malu decide ajudá-lo e embarca em uma jornada para descobrir quem ele é – o que acaba trazendo à tona muitos fatos sobre si mesma, seus medos e segredos mais bem guardados, além de um passado que preferia esquecer.
A bela narrativa e a trama que prende do começo ao fim nos convidam a acompanhar Malu e Luiz nessa busca que se transforma em uma história de amor de tirar o fôlego.

Quando o amor bater à sua porta é um livrinho bem água com açúcar e clichê, daqueles que você lê sem muita pretensão apenas para relaxar, ele fala sobre segundas chances, sobre amor, esperança e redenção. Ele é sobre duas pessoas que se perderam, mas que com a ajuda um do outro conseguiram se encontrar.

Os protagonistas da história são Malu Rocha e Luiz Otávio. Ela é uma romancista famosa de 29 anos que está trabalhando no seu próximo lançamento, porém começa a se questionar se deve de fato continuar escrevendo romances, se deve continuar iludindo seus leitores com fantasias sobre paixões arrebatadoras, heróis perfeitos e românticos, e tudo que um bom romance tem que ter... Já que ela mesma não acredita em histórias de amor e finais felizes na vida real. E as suas dúvidas aumentam ainda mais quando uma repórter lhe pergunta numa entrevista “O que é o amor para Malu Rocha? ” E ela não consegue responder. Tudo isso acaba gerando em Malu um bloqueio criativo, e ela simplesmente não consegue escrever um final para o seu livro.

(Resenha) Dez Formas de Fazer um Coração se Derreter - Sarah MacLean

Livro no Skoob: Dez Formas de Fazer um Coração se Derreter
Título Original: Ten Ways to Be Adored When Landing a Lord
Trilogia: Os Números do Amor #2
Autora: Sarah MacLean
Editora: Arqueiro
Páginas: 348
Ano: 2016
Isabel Townsend não é exatamente o que se espera da filha de um conde. Apesar de ter a pele delicada e de saber se portar como uma dama quando necessário, a jovem também monta a cavalo, conserta telhados, administra a propriedade e cria o irmão caçula desde que a mãe faleceu – tudo isso sem despertar a menor suspeita de que não há um homem sequer para cuidar de sua família. Para o pai dela, que só queria se divertir e gastar dinheiro em jogatinas, pouco importava o que ela fizesse. Porém, quando ele morre, Isabel se vê sem recursos e precisa defender os direitos do irmão, ameaçados pela chegada iminente de um tutor. Assim, não lhe resta saída senão vender sua coleção de estátuas de mármore, o único bem que herdou. Para sorte sua, um especialista em antiguidades acaba de chegar ao condado. Inteligente e sensual, lorde Nicholas St. John é um solteiro convicto que deixou Londres para se livrar das jovens que passaram a persegui-lo desde que foi eleito um dos melhores partidos da cidade. Em poucos dias, fica claro para Nick que Isabel é a mulher mais obstinada e misteriosa – além da mais interessante – que já cruzou seu caminho. Ao mesmo tempo, ao conhecê-lo melhor, a independente Isabel percebe que há homens em que vale a pena confiar. Enquanto eles põem de lado suas antigas convicções, seus corações se abrem para dar uma chance ao amor.

Dez formas de fazer um coração se derreter é segundo livro da trilogia Os Números do amor, da autora Sarah MacLean, li o primeiro livro Nove regras a ignorar antes de se apaixonar e fiquei encantada com a história de Calpúrnia e Gabriel. Nesse segundo livro iremos conhecer a história de Isabel e Nicholas, o irmão gêmeo de Gabriel. Vou confessar que não consegui me envolver tanto quanto gostaria com os protagonistas, tinhas muitas expectativas e elas não foram totalmente alcançadas.

Isabel, possui 24 anos e desde muito nova teve que administrar as finanças em ruínas e a propriedade que o pai, conde de Reddich deixou para ela e o irmão caçula. O pai de Isabel era um viciado em jogos e chegou até a apostar a própria filha! Com a ajuda das mulheres que com o tempo passou a acolher em sua casa, ou a Casa de Minerva como a chama, ela tenta sobreviver dando abrigo para essas mulheres que de alguma forma sofreram mal tratos, e vieram até ela em busca de auxílio. Isabel é uma mulher de fibra e está disposta a tudo para manter as mulheres e irmão em segurança, para isso ela será capaz de vender o único bem precioso que lhe resta: suas esculturas de  mármores, presentes que ganhou da mãe antes dela falecer.

(Resenha) Toda Sua - Sylvia Day

Livro no Skoob: Toda Sua
Título Original: Bared to You
Série: Crossfire #1
Autora: Sylvia Day
Editora: Paralela
Páginas: 280
Ano: 2012
Eva Tramell tem 24 anos e acaba de conseguir um emprego em uma das maiores agências de publicidade dos Estados Unidos. Tudo parece correr de acordo com o plano, até que ela conhece o jovem bilionário Gideon Cross, o homem mais sexy que ela - e provavelmente qualquer outra pessoa - já viu. Gideon imediatamente se interessa por Eva, que faz tudo o que pode para resistir à tentação. Mas ele é lindo, forte, rico, bem-sucedido, poderoso e sempre consegue o que quer - Eva acaba se entregando. Uma relação intensa começa. O sexo é considerado por eles como incrível. Capaz de levar os dois a extremos a que jamais tinham chegado. E, então, eles se apaixonam - o que pode ser tanto a chave para um futuro feliz quanto a faísca que trará de volta os traumas do passado.

Não sei ao certo o que me motivou a ler este livro, mas resolvi dar uma chance para ele, creio que estava a fim de ler sobre um mocinho irresistível e macho alfa, então o livro estava lá disponível no meu e-reader, e eu pensei, porque não?! Não é novidade para ninguém que a série Crossfire surgiu na modinha trazida por 50 Tons de Cinza, nada contra os livros da E. L. James, mas na época o tema ficou tão saturado que eu nem consegui terminar de ler a referida série, parando no segundo. Então pra mim, foi uma coisa boa ler Toda sua apenas agora, mas vamos deixar de enrolação e ir para as minhas impressões do livro.

Foi impossível ler esse livro sem associar o Gideon Cross com o Henry Cavill (my forever love). Não sei se a autora pensou no Henry, mas a descrição é idêntica (suspiros), então eu entendi perfeitamente o comportamento do Eva ao cruzar com o Gideon pela primeira vez. Mas por traz deste rostinho, corpo, tudo bonito (rsrs) existe um homem com uma necessidade extrema de estar sempre no controle, é por isso que com seus 28 anos de idade já é dono de praticamente metade de Manhattan, e CEO da Crossfire. Ou seja, jovem, lindo, rico, e também perturbado, existem marcas do seu passado que deixaram um peso enorme em Gideon, coisas que ele simplesmente não consegue deixar para trás, tem feridas que nunca cicatrizaram, e isso influencia drasticamente no seu comportamento, porém ele só vai refletir sobre isso, e sentir o desejo, e até mesmo a necessidade de mudar depois que conhece Eva.