Entre Livros e Filmes - Unleashing Mr. Darcy


Essa é, com certeza, a coluna mais inconstante desse blog, mas... O objetivo dela é sempre trazer para vocês conteúdos que realmente valem a pena.

E hoje nós temos não só uma adaptação, mas a adaptação da adaptação por assim dizer. Porque Jane Austen meu caros, nunca é demais.









Atrás de uma direção na vida, Elizabeth tem a oportunidade de mostrar seu cachorro num extravagante evento para cães em New York. O juiz, Donovan Darcy, se demonstra aristocrático e rude, e uma cadeia de mal-entendidos se desenrolam durante a competição, o que complica sua atração pelo o outro. Baseado no livro de Teri Wilson.

Estou falando do filme Unleashing Mr. Darcy. Ele é uma adaptação do livro de mesmo nome de Teri Wilson. Que por sua vez é inspirado em Orgulho e Preconceito. O livro ainda não foi publicado aqui no Brasil, e como meu nível de inglês é praticamente zero, eu não tive a oportunidade de ler. Porém, é possível encontrar o filme legendado pela internet, e curtir esse romance pra lá de fofo.


O filme é bem curtinho, e foi produzido pelo Hallmark Channel (Eu amo esse canal <3), tem uma trama bem leve, daquelas que você assiste para relaxar, tem Darcy, tem cachorros e tem um cena na piscina que gezuis.... lembram da do lago? Então...

(Resenha) As Garotas de Corona del Mar - Rufi Thorpe

Livro no Skoob: As Garotas de Corona del Mar
Título Original: The Girls from Corona del Mar
Autora: Rufi Thorpe
Editora: Novo Conceito
Páginas: 378
Ano: 2017

Amizade entre garotas pode ser intensa e, no caso de Mia e Lorrie Ann, não há dúvidas de que isso é verdade. À medida que crescem, a vida de Mia e Lorrie Ann é preenchida com praia, diversão e passeios ao shopping. Por outro lado, como toda amizade, há conflitos e dores. Mia e Lorrie Ann convivem há muito tempo e possuem personalidades opostas. Mia é a bad girl , vivendo em uma família problemática. Lorrie Ann é linda e amável, quase angelical, e tem uma família que parece ter sido arrancada de um conto de fadas. Mas, quando uma tragédia acontece, a vida perfeita sai fora de controle.

Quando resolvi ler esse livro da autora Rufi Thorpe não sabia bem o que esperar dessa história, mas com certeza não estava preparada para gostar tanto dessa leitura, e encontrar entre as páginas um enredo bem escrito, que me tocou de várias maneiras. 

As Garotas de Corona Del Mar não é um livro que chame atenção por sua capa, muito menos pela sinopse, ao menos não para mim, apesar da curiosidade que eu tive inicialmente, não esperava muito dessa leitura, acho que foi devido a esse fato que me surpreendi tanto ao conhecer Mia e Lorrie Ann, essas duas protagonistas me fizeram acreditar que eram reais, e que eu estava junto a elas acompanhando todos os seus dramas. 

Acho que o que posso falar para você sem tirar a encanto da leitura, e não deixar escapar nada é que esse é um livro sobre amizade, família, superação, amores e perdas, e há tanta beleza nisso que eu acabei o livro e fiquei me perguntando como seria ler do ponto de vista exclusivamente da Lorrien Ann, pois sempre somos apresentados a tudo pela Mia, e isso nos deixa curiosos para os demais fatos aos quais ela não viveu. Lorrie Ann sofreu duras perdas e tomou decisões que a Mia não aprovava, mas mesmo se considerando melhores amigas de sempre, a distância entre elas aumentou aos poucos, e isso nos faz refletir sobre o que é ser amigo(a) de alguém, como podemos saber se conhecemos alguém o bastante?

Entre Livros e Séries - When Calls the Heart

Olá, leitores!

O Carnaval está chegando, e se você, faz parte do bloco Unidos da Netflix, eu trouxe uma série muito fofa, que com certeza vão fazer vocês se apaixonarem assim como eu.







No início do século 20, a professora Elizabeth deixa para trás sua vida confortável na cidade para lecionar em uma vila no Canadá.


A série é produzida pelo Hallmark Channel, e conta atualmente com 4 temporadas disponíveis na Netflix, e é estrelando por Erin Krakow, Daniel Lissing e Lori Loughlin.


When Calls the Heart (Quando chama o coração) é uma série histórica, com uma trama bastante familiar, em cada episódio aprendemos alguma lição sobre amor, amizade, companheirismo, respeito, é lindo de se ver. Sem contar a fotografia que é de encher os olhos bem como o figurino. É romântica e divertida e os apaixonados por romances históricos vão adorar.

Elizabeth é uma personagem encantadora, que mesmo tendo crescido num lar rico, entende que precisa buscar seu próprio destino, e mesmo decidindo levar uma vida totalmente diferente do que costumava, ela aprende um pouco a cada dia sobre o que é realmente importante. O Jack então, nem se fala, no começo é todo rude com a Elizabeth, por achar que ela é uma riquinha mimada, mas a cada dia que passa ele a conhece melhor e acaba fascinado por ela.

(Resenha) O Ódio Que Você Semeia - Angie Thomas

Livro no Skoob: O Ódio que Você Semeia
Título Original: The Hate U Give
Autora: Angie Thomas
Editora: Galera Record
Páginas: 378
Ano: 2017

Uma história juvenil repleta de choques de realidade. Um livro necessário em tempos tão cruéis e extremos.Starr aprendeu com os pais, ainda muito nova, como uma pessoa negra deve se comportar na frente de um policial.Não faça movimentos bruscos.Deixe sempre as mãos à mostra.Só fale quando te perguntarem algo.Seja obediente.Quando ela e seu amigo, Khalil, são parados por uma viatura, tudo o que Starr espera é que Khalil também conheça essas regras. Um movimento errado, uma suposição e os tiros disparam. De repente o amigo de infância da garota está no chão, coberto de sangue. Morto. Em luto, indignada com a injustiça tão explícita que presenciou e vivendo em duas realidades tão distintas (durante o dia, estuda numa escola cara, com colegas brancos e muito ricos - no fim da aula, volta para seu bairro, periférico e negro, um gueto dominado pelas gangues e oprimido pela polícia), Starr precisa descobrir a sua voz. Precisa decidir o que fazer com o triste poder que recebeu ao ser a única testemunha de um crime que pode ter um desfecho tão injusto como seu início. Acima de tudo Starr precisa fazer a coisa certa. Angie Thomas, numa narrativa muito dinâmica, divertida, mas ainda assim, direta e firme, fala de racismo de uma forma nova para jovens leitores. Este é um livro que não se pode ignorar.

Esse é daqueles livros que quando chega não bate na porta, ele invade e não te dar nenhum espaço, não se deixa ser ignorado ou posto de lado, ele se impõe ao leitor da mesma forma que a protagonista irá lutar para se impor em meio a uma sociedade racista, que podem calar sua voz e contarem sua história de maneiras que ela apenas podia imaginar, esse livro é um grito que ecoa no escuro, e nós não podemos deixar de ouvi-lo.

O Ódio Que Você Semeia nos apresenta Starr, uma jovem negra que logo no início do livro passa por uma situação traumática, ao presenciar o assassinato de seu melhor amigo Khalil, mesmo tendo agido da maneira que seu pai a ensinou, mantendo um comportamento tal qual um animal na mira de um caçador, as coisas acabaram terrivelmente más, e agora ela deve enfrentar um dilema, contar para todos o que viu naquela noite, ou se calar e tentar seguir em frente?

Antes de iniciar a leitura me deparei com muitas opiniões a respeito do livro, porém procurei não ler nenhuma delas a fim de não gerar interferências na minha experiência com ele, normalmente sou do tipo que quando um livro vem muito hypado acabo ficando com um pé atrás, pois acabo criando muitas expectativas e me decepcionando depois, mas neste livro posso falar com certeza que ele superou e muito as minhas expectativas, a autora soube explorar não apenas a protagonista, mas também o núcleo no qual ela estava inserida, as pequenas coisas do dia-a-dia com sua família, experiências escolares, como a vida no gueto afetava suas amizades, o envolvimentos de amigos e familiares com o mundo das drogas, tudo isso é descrito de forma crível e real, que faz a gente imaginar a vida de qualquer pessoa que passe por isso.

(Resenha) Belinda & Em - Cammie McGovern

Livro no Skoob: Belinda & Em
Título Original: Belinda Em
Autora: Cammie McGovern
Editora: Galera Record
Páginas: 400
Ano: 2017

Autora de “Amy & Matthew”, Cammie McGovern volta às livrarias contando a história de uma outra dupla desta vez. Emily sempre se orgulhou da sua capacidade de enxergar além das aparências. Copresidente da Coalizão para Ação Jovem da escola, é a primeira a defender os direitos das minorias. Mas, secretamente, Emily ainda é um pouquinho fascinada pelos populares da escola. E nutre um leve rancor quanto a sua inexistente vida amorosa. É justamente enquanto pensa nisso que a garota testemunha uma colega de classe com necessidades especiais, Belinda, ser atacada embaixo das arquibancadas da escola. E não faz nada. Emily e Lucas, outra testemunha passiva do ataque, são obrigados a prestar serviço comunitário em um centro de pessoas como Belinda. Logo os jovens começam a sentir que podem fazer uma diferença real.

Sabe quando você imagina uma história para um livro e quando começa a lê-lo percebe que é totalmente diferente do que você imaginou? Belinda & Em foi esse livro, mas isso não quer dizer que a leitura tenha sido ruim, muito pelo contrário, eu me envolvi com a história e amei cada página, mas principalmente me apeguei a uma das protagonistas mais fofas que já tive o prazer de conhecer! A Belinda é uma garota especial, cheia de personalidade e um carisma que conquista o leitor!

No livro Belinda & Em encontramos a história de duas protagonistas que irão se conhecer em uma situação triste, e que fará o leitor se questionar em vários momentos, o porquê de algumas atitudes de certos personagens, mas vou falar um pouco sobre o que aconteceu para chegar em tal situação. Emily é uma estudante que não é popular na escola, mas junto com os amigos participa de projetos que defendem os direitos dos alunos, e do outro lado conhecemos Lucas, jogador do time de futebol da escola que anda com os mais populares, apesar de não se encaixar  ao lado deles.

Mas a personagem que mais nos cativa a partir do momento em que a conhecemos é a Belinda, uma adolescente especial que possui algumas dificuldades em aprendizagem e visão, mas isso não a impede de ser uma fã de carteirinha do apaixonante Mr. Darcy, isso mesmo, nossa protagonista é obcecada pelo filme Orgulho e Preconceito, e devo confessar que o amor da Belinda pelo Darcy é o que deixa o livro mais engraçado e envolvente, a forma também dela expressar os seus sentimentos  e suas emoções vai nos conquistando aos poucos e nos faz perceber o quanto as pessoas especiais possuem o seu próprio jeito de ser que merece ser observado.

(Listas Literárias) Vamos de Quotes?

Sabe quando você ta lendo aquele livro e de repente se depara com aquele quote lindo e já imagina mil e uma maneiras de usar? Fazer uma tatuagem, chegar no crush, usar como status, etc...

Hoje resolvi trazer para vocês uma seleção dos meus quotes favoritos, claro que não vai dar pra postar tudo então este vai ser o primeiro de muitos! Preparem-se e vamos lá!



''Quero ser o amigo por quem você se apaixona perdidamente. O que você aceita nos seus braços e na sua cama e no mundo privado que mantém preso em sua cabeça. Quero ser esse tipo de amigo — ele afirma. — O que vai memorizar o que você fala e também o formato dos seus lábios quando você fala. Quero conhecer cada curva, cada sarda, cada pedaço do seu corpo, Juliette...— Quero sentir sua pele pegar fogo. Quero sentir seu coração acelerado junto ao meu e quero saber que está acelerado por minha causa, porque você me quer. Porque você nunca — ele fala, ele respira — nunca quer que eu pare. Quero cada segundo. Cada centímetro seu. Quero tudo."

Desde que li a série Estilhaça-me me apaixonei pela escrita da Tahereh Mafi e me pergunto de onde essa mulher tira essas frases tão lindas meus Deus!!! E não tem só essa não, tem muito mais...

''A solidão é uma coisa estranha. Ela chega se arrastando em você, silenciosa e tranquila, senta-se ao seu lado no escuro, acaricia seu cabelo quando você dorme. Ela se enlaça ao redor de seus ossos, apertando tanto que você quase não consegue respirar, quase não consegue ouvir o pulso acelerado em seu sangue conforme ela sobe pela sua pele e toca os cabelos macios de sua nuca com seus lábios suaves. Ela deixa mentiras em seu coração, deita-se ao seu lado à noite; suga a luz de cada canto. É uma companhia constante, enganchando a mão para puxá-lo para baixo enquanto você luta para ficar em pé.''

Novidades Literárias - Universo dos Livros

Olá, pessoal!

Estamos super felizes, pois agora o Leitura Entre Amigas é parceiro da Editora Universo dos Livros! A animação é grande, mas não é pra menos, confiram só os lançamentos que estão vindo por aí:




Christine Feehan, autora premiada e best-seller do The New York Times e do USA Today apresenta o primeiro livro de sua série Ghostwalkers – O jogo das sombras, um livro intenso, sombrio e incrivelmente seduzente. Este experimento secreto é criação do renomado cientista Peter Whitney e sua brilhante filha, Lily. Criado para aprimorar as habilidades psíquicas de um esquadrão de elite, as transformações permitem que o poder mental desses homens se transforme em uma incrível arma militar. Entretanto, as cobaias começam a morrer misteriosamente nos laboratórios secretos, sempre vítimas de acidentes bizarros, e o capitão Ryland Miller sabe que ele será o próximo. Quando o dr. Whitney é assassinado, Ryland sabe que agora só poderá confiar na bela Lily. Possuidora de um sexto sentido excepcional, ela compartilha com Ryland cada novo medo, cada traição e cada suspeita que surge nos laboratórios. Contudo, ambos compartilham muito mais do que os próprios medos e terão de lidar com a paixão que os atrai enquanto desvendam os segredos por trás de tantas mortes.




Embarque em uma incrível jornada pela terra de Whichwood nessa impressionante continuação do aclamado best-seller Além da Magia, de Tahereh Mafi! Nossa história começa em uma noite congelante… Laylee mal consegue se lembrar dos tempos felizes antes de sua mãe morrer. Antes de seu pai, levado pela dor, perder o juízo (e o caminho), e ela ser abandonada como a única mordeshoor restante na cidade de Whichwood, destinada a passar seus dias esfregando a pele e a alma dos defuntos nos preparativos para suas vidas após a morte. Ficou fácil esquecer e ainda mais fácil ignorar não apenas sua crescente solidão, mas a forma como suas mãos exaustas, assim como seus cabelos, estão se enrijecendo e se tornando acinzentados. No entanto, alguns estranhos conhecidos irão aparecer e o mundo de Laylee irá virar de ponta-cabeça enquanto ela redescobre a magia, a cor e o poder de cura da amizade. Exuberante e encantadora, a aclamada Tahereh Mafi tece uma nova aventura mágica neste mundo persa fantasiosamente sombrio, trazendo ao público novamente Alice Queensmeadow e Oliver Newbanks, protagonistas de Além da Magia.

(Resenha) O Conto da Aia - Margaret Atwood

Livro no Skoob: O Conto da Aia
Título Original: The Handmaid's Tale
Autora: Margaret Atwood
Editora: Rocco
Páginas: 368
Ano: 2017

Escrito em 1985, o romance distópico O conto da aia, da canadense Margaret Atwood, tornou-se um dos livros mais comentados em todo o mundo nos últimos meses, voltando a ocupar posição de destaque nas listas do mais vendidos em diversos países. Além de ter inspirado a série homônima (The Handmaid’s Tale, no original) produzida pelo canal de streaming Hulu, o a ficção futurista de Atwood, ambientada num Estado teocrático e totalitário em que as mulheres são vítimas preferenciais de opressão, tornando-se propriedade do governo, e o fundamentalismo se fortalece como força política, ganhou status de oráculo dos EUA da era Trump. Em meio a todo este burburinho, O conto da aia volta às prateleiras com nova capa, assinada pelo artista Laurindo Feliciano.

Sabe aquele medo que se têm ao ter em mãos um livro que todo mundo esta falando? O Conto da Aia é um livro maravilhoso, com um cenário que chega a assustar por ser tão real e possível que não podemos deixar de nos enxergar nesse ambiente futurístico.

Após terminar a leitura de Vulgo Grace não imaginei que leria um livro da autora tão cedo, mas O Conto da Aia estava destinado a ser lido então quem sou eu para me negar? Já tendo assistido a série baseada na obra de Atwood, minha curiosidade em conhecer o livro só aumentou. O livro é narrado pelo ponto de vista de Offred, nossa aia que irá nos apresentar a vida em Gilead, antigo EUA e como as mulheres passarão a ser propriedades do governo após um surto de infertilidade, se tornando então meros receptáculos para gerar novas vidas.

O nome Offred tem um significado bastante chocante, pois cada aia é chamada de Off, Offglen, Offred, Off - propriedade de alguém, Offred é a aia do comandante denominado Fred, a partir daí já podemos perceber como elas são apenas um objeto, levando o nome daqueles a quem pertencem. Offred é da primeira geração de aias, então podemos ver suas memórias do tempo anterior a mudança, porém é através de suas lembranças que acompanhamos como as coisas foram mudando aos poucos, e como coisas que ninguém imaginava possíveis vinheram a acontecer.

(Resenha) Cress - Marissa Meyer

Livro no Skoob: Cress
Título Original: Cress: The Lunar Chronicles
Série: Cronicas Lunares #3
Autora: Marissa Meyer
Editora: Rocco Jovens Leitores
Páginas: 496
Ano: 2015

Neste terceiro livro da série Crônicas Lunares, Cinder e o capitão Thorne estão foragidos e agora levam Scarlet e Lobo a reboque. Juntos, eles planejam derrubar a rainha Levana e seu exército. Cress talvez possa ajudá-los. A garota vive aprisionada em um satélite desde a infância, com a companhia apenas de telas, o que fez dela uma excelente hacker. Coincidência ou não, infelizmente ela também acabou de receber ordens de Levana para rastrear Cinder e seu bonito cúmplice. Quando um ousado plano de resgatar Cress dá errado, o grupo se separa. Cress enfim conquista a liberdade, mas o preço a se pagar é alto. Enquanto isso, Levana não vai deixar que nada impeça seu casamento com o imperador Kai. Cress, Scarlet e Cinder talvez não tenham a intenção de salvar o mundo, mas muito possivelmente são a última esperança do planeta.

Assim que terminei de ler Scarlet, comecei imediatamente a me aventurar com a leitura de Cress, mas sabem o motivo? Simples, a série Crônicas Lunares é daquelas que você precisa ter o próximo volume te esperando na estante, pois o final é sempre de tirar o fôlego! Tinha bastante curiosidade em conhecer a Cress, afinal, ela vem ajudando Cinder e os seus amigos a bastante tempo com a sua habilidade de hackear os sistemas do governo tanto da Terra quando os da Lua, mas ela tem muito mais a nos contar, principalmente como a sua história de interliga com a de Cinder!

Cress é uma adolescente cascuda, ou seja, ela não possui o dom lunar de controlar a bioeletricidade, por isso ainda criança escapou da morte devido as suas habilidades de hakear os sistemas, e espionar os terráqueos para a rainha Levana, mas isso não impediu a rainha e os seus algozes de deixarem-na cativa por sete anos em um satélite, sozinha, apenas os computadores como companhia, mas apesar de tudo Cress sempre teve um apego pela Terra, e sabe das coisas erradas que Levana fez e continua a fazer, por tanto ajudar Cinder foi sempre a sua escolha, e quando Cinder consegue entrar em contato com ela, um plano será bolado para resgatá-la do satélite em que viveu por tantos anos, tantos, que até o cabelo cresceu de forma desgovernada, isso lembra alguém num é? Isso mesmo nossa Cress, é praticamente a própria Rapumzel em apuros! 

Mas toda donzela em apuros precisa de um mocinho para resgatá-la não é mesmo? Nosso sarcástico capitão Thorne que conhecemos no livro anterior foi o designado para tirar Cress do satélite, mas quem disse que será fácil, com tantos lunares a espreita? Esses dois juntos foi simplesmente perfeito, Thorne nunca foi de se apaixonar, afinal, ele sempre gostou de todas as mulheres, e Cress, ela  é uma garota sonhadora, uma romântica incurável, e que sempre teve uma quedinha pelo Capitão, então daí vocês já imaginam como será a relação desses dois!

(Resenha) Garotos de Lugar Nenhum - Elise McCredie

Livro no Skoob: Garotos de Lugar Nenhum
Título Original:  Nowhere boys
Autora: Elise McCredie
Editora: Rocco Jovens Leitores
Páginas: 296
Ano: 2017

Já imaginou retornar para casa depois de uma excursão da escola e descobrir que ninguém se lembra de você? Que sua existência simplesmente foi apagada, como se você nunca tivesse nascido? Parece um pesadelo, mas é o que acontece com Felix, Andy, Sam e Jake em Garotos de lugar nenhum, versão em romance da primeira temporada do famoso seriado de TV australiano Nowhere boys. Depois de passarem uma assustadora noite de tempestade perdidos na floresta durante o que seria um passeio rotineiro a um parque nacional da região, os meninos finalmente conseguem retornar para casa. Mas, estranhamente, ninguém os reconhece, nem mesmo seus familiares. Presos em um universo paralelo onde eles não existem para o mundo a sua volta, os quatro tentam entender o que aconteceu quando percebem que uma força das trevas está à solta. E precisam lutar para restaurar as coisas, antes que ela os destrua de uma vez por todas.

Garotos de lugar nenhum, conta a história de Andy, Jake, Felix e Sam que não tem nada em comum a não ser o fato de estudarem juntos na mesma escola, cada um tem uma personalidade diferente, por isso não são muito chegados, mas as circunstâncias farão com que eles se aproximem.

Os garotos são obrigados a participarem de uma excursão da escola, na qual eles farão grupos e explorarão a fauna e flora de uma floresta local. Como se isso já não fosse chato o suficiente, eles não poderão escolher em qual grupo de amigos ficarão, pois, as equipes foram definidas previamente pelo professor. E assim, Andy, Jake, Felix e Sam acabam por ficar no mesmo grupo.

O professor propõe então uma competição entre as equipes, onde cada uma tem um mapa com trilhas e orientações. Porém, enquanto os meninos ainda estão tentando se entender, eles acabam se perdendo do grupo após escolherem um caminho alternativo, com o intuito de chegarem primeiro.