(Resenha) A Bela e o Ferreiro - Tessa Dare

Livro no Skoob: A Bela e o Ferreiro
Título Original: Beauty and the Blacksmith
Série: Spindle Cove (3.5)
Autora: Tessa Dare
Editora: Gutenberg
Páginas: 144
Ano: 2016
Diana Highwood estava destinada a ter um casamento perfeito, digno de flores, seda, ouro e, no mínimo, com um duque ou um marquês. Isso era o que sua mãe, a Sra. Highwood, declarava, planejando toda a vida da filha com base na certeza de que conquistaria o coração de um nobre. Entretanto, o amor encontra Diana no local inesperado. Não nos bailes de debutantes em Londres, ou em carruagens, castelos e vales verdejantes... O homem por quem ela se apaixona é forte como ferro, belo como ouro e quente como brasa. E está em uma ferraria... Envolvida em uma paixão proibida, a doce e frágil Diana está disposta a abandonar todas as suas chances de um casamento aristocrático para viver esse grande amor com Aaron Dawes e, finalmente, ter uma vida livre! Livre para fazer suas próprias escolhas e parar viver sobre a sombra dos desejos de sua mãe. Há, enfim, uma fagulha de esperança para uma vida plena e feliz. Mas serão um pobre ferreiro e sua forja o ''felizes para sempre'' de uma mulher que poderia ter qualquer coisa? Será que ambos estarão dispostos a arriscar tudo pelo amor e o desejo?

Se existe uma autora que não nos decepciona nas histórias que cria pode ter certeza que essa autora é a Tessa Dare, assim que li Uma Noite para se Entregar, primeiro livro da série Spindle Cove, sabia que não ia me arrepender de ler os próximos livros da série, e apesar da Bela e o Ferreiro ser uma novela dessa série com apenas cento e quarenta e quatro páginas, o livro não deixa de ser cativante, além de envolver o leitor de uma maneira que fica impossível não desejar que o mesmo tivesse mais umas cem páginas pela frente só para poder acompanhar e se aprofundar ainda mais nessa linda história de amor.

Diana, é uma das moças mais belas de Spindle Cove (uma vila que é um refúgio marítimo para as solteironas da sociedade) lá elas são felizes, se descobrem, e possuem até uma programação semanal que inclui tiro ao alvo, já pensou? Mas vamos lá,  Diana chegou a Spindle Cove para tratar de uma asma, pois possuía a saúde frágil, e veio acompanhada da mãe que sempre pretendeu casá-la com um Duque no mínimo, e também veio com as irmãs Charlotte, e Minerva (que nesse livro já está casada e não aparece na história). Depois de quase dois anos em Spindle Cove e praticamente curada da asma, Diana, deseja apenas uma coisa, se libertar dos desejos da mãe de casá-la com um homem rico, e finalmente poder amar sem reservas o homem que deseja a muito tempo: Aaron Dawes o ferreiro da vila. Mas será que duas pessoas totalmente diferentes poderiam ser felizes juntos?

(Resenha) Apenas um Garoto - Bill Konigsberg

Livro no Skoob: Apenas um Garoto
Título Original: Openly Straight
Autor: Bill Konigsberg
Editora: Arqueiro
Páginas: 256
Ano: 2016
Rafe saiu do armário aos 13 anos e nunca sofreu bullying. Mas está cansado de ser rotulado como o garoto gay, o porta-voz de uma causa. Por isso ele decide entrar numa escola só para meninos em outro estado e manter sua orientação sexual em segredo: não com o objetivo de voltar para o armário e sim para nascer de novo como uma folha em branco. O plano funciona no início, e ele chega até a fazer parte do grupo dos atletas e do time de futebol. Mas as coisas se complicam quando ele percebe que está apaixonado por um de seus novos amigos héteros.

Apenas um garoto foi um livro que me surpreendeu, tanto pela leveza como o autor trata o universo em que o Rafe vive, como sobre a abordagem de contar a estória de um garoto gay que não quer mais ser visto apenas por sua opção sexual. Quando escolhi esse livro para ler não esperava que fosse tão suave, mas daí pensei, por que deveria ser diferente? O Rafe é sim apenas mais um garoto que por um acaso é gay, e por mais que as vezes afirmemos que isso não importa, fatores externos influenciam nossa visão até de um simples livro que como muitos outros conta a estória de uma pessoa normal.


Para Rafe, ser sempre o garoto Gay, já encheu o saco, e por isso ele resolve ir para uma nova escola, começar de novo sem que ninguém o olhe e veja apenas o nome gay, ele quer ser visto como Rafe, apenas isso, mas essa é uma tarefa difícil, pois desde que contou para os seus pais que gostava de garotos, a vida dele foi rotulada, o garoto gay da cidade, o cara gay que saiu do armário, Gay, Gay, Gay, acho que até você se cansou de ler tanto gay não é mesmo? Agora Imagine sua vida toda se definir apenas pelo fato de você gostar de garota ou garoto?


Novos na Estante - Julho de 2016

Olá, pessoal! 
Confiram todos os livros que chegaram referentes ao mês de Julho! Alguns livros que chegaram já estavam na minha lista de desejados a bastante tempo, outros livros foram surpresas incríveis! 

GRUPO EDITORIAL RECORD:


''O Ar que ele respira'' da mesma autora de Sr. Daniels é um livro que já ganhou o coração de várias leitoras, e será uma das minhas próximas leituras! ''O Efeito Rosie'' continuação do livro O Projeto Rosie (confira a resenha aqui) nos contará como está a vida de Don (homem nada convencional) após o seu casamento com a Rosie. Os livros ganharam novas capas e com certeza vou querer conferir a história! Esses livros chegaram em parceria de ação com a Editora Record e em breve resenha! 

(Resenha) A Fúria e a Aurora - Renée Ahdieh

Livro no Skoob: A fúria e a aurora #01
Título Original: The Whath and The Dawn
Autora: Renée Ahdieh
Editora: Globo Alt
Páginas: 336
Ano: 2016
Personagem central da história, a jovem Sherazade se candidata ao posto de noiva de Khalid Ibn Al-Rashid, o rei de Khorasan, de 18 anos de idade, considerado um monstro pelos moradores da cidade por ele governada. Casando-se todos os dias com uma mulher diferente, o califa degola as eleitas a cada amanhecer. Depois de uma fila de garotas assassinadas no castelo, e inúmeras famílias desoladas, Sherazade perde uma de suas melhores amigas, Shiva, uma das vítimas fatais de Kalid. Em nome da forte amizade entre ambas, Sherazade planeja uma vingança para colocar fim às atrocidades do atual reinado. Noite após noite, Sherazade seduz o rei, tecendo histórias que encantam e que garantem sua sobrevivência, embora saiba que cada aurora pode ser a sua última. De maneira inesperada, no entanto, passa a enxergar outras situações e realidades nas quais vive um rei com um coração atormentado. Apaixonada, a heroína na história entra em conflito ao encarar seu próprio arrebatamento como uma traição imperdoável à amiga. Apesar de não ter perdido a coragem de fazer justiça, de tirar a vida de Kalid em honra às mulheres mortas, Sherazade empreende a missão de desvendar os segredos escondidos nos imensos corredores do palácio de mármore e de pedra e em cenários mágicos em meio ao deserto. 

Sabe aquela sensação de terminar um livro e ainda não se dar conta do que aconteceu? É aquela velha frase: Meus Deus o que está acontecendo? A Fúria e a Aurora foi um livro pelo qual eu não dava nada e só li porque Elidiane não parava de falar nele, fiquei pensando que uma recontagem do conto Mil e Uma Noites não seria algo que me chamasse a atenção, mas tenho que morder a língua e vir aqui me debulhar em lágrimas pois o próximo livro só sai ano que vem! Esse livro tem uma leitura tão, mas tão boa que fiquei toda me tremendo ao chegar ao final, e olhando para as palavras sem saber o que pensar.

A Sherezade (Shezi) é uma personagem extremamente forte, que já chega mostrando para que veio, seu objetivo é um só, se vingar do homem que levou a vida de sua melhor amiga, e de tantas outras jovens do reino. Khalid é um jovem rei misterioso, que por algum motivo matou todas as suas esposas ao nascer do sol, porém não sabemos quais os seus motivos, e quando conhece sua nova esposa ele encontra algo diferente em seu olhar, o ódio que ele viu ali, a determinação que ela transmitia, ele sabia que nada mais seria igual depois dela.

(Resenha) A Caminho do Altar - Julia Quinn

Livro no Skoob: A Caminho do Altar
Título Original: On The Way To The Wedding
Série: Os Bridgertons #08
Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Páginas: 320
Ano: 2016
Ao contrário da maioria de seus amigos, Gregory Bridgerton sempre acreditou no amor. Não podia ser diferente: seus pais se adoravam e seus sete irmãos se casaram apaixonados. Por isso, o jovem tem certeza de que também encontrará a mulher que foi feita para ele e que a reconhecerá assim que a vir. E é exatamente isso que acontece. O problema é que Hermione Watson está encantada por outro homem e não lhe dá a menor atenção. Para sorte de Gregory, porém, Lucinda Abernathy considera o pretendente da melhor amiga um péssimo partido e se oferece para ajudar o romântico Bridgerton a conquistá-la. Mas tudo começa a mudar quando quem se apaixona por ele é Lucy, que já foi prometida pelo tio a um homem que mal conhece. Agora, será que Gregory perceberá a tempo que ela, com seu humor inteligente e seu sorriso luminoso, é a mulher ideal para ele? A caminho do altar, oitavo livro da série Os Bridgertons, é uma história sobre encontros, desencontros e esperança no amor. De forma leve e revigorante, Julia Quinn nos mostra que tudo o que imaginamos sobre paixão à primeira vista é verdade – só precisamos saber onde buscá-la.

Eu me lembro como se fosse ontem quando eu ganhei o livro O Duque e Eu da Julia Quinn, em meados de 2012, ainda no formato banquinha (valeu Niane), foi quando a Julia arrebatou meu coração, me lembro também da minha euforia quando a Arqueiro anunciou que publicaria os Bridgertons em 2013, desde então eu não largo deles, li todos e tenho todos os livros, exceto o 7º (falha que pretendo corrigir o mais rápido possível), então foi uma longa jornada, quase 4 anos acompanhando essa família, que sempre me trouxe horas maravilhosas de puro contentamento, nenhum dos livros me decepcionou, havia sempre expectativa mas nunca decepção, essa é sem sombra de dúvidas a melhor família de todo o universo literário dos romances históricos, se existe alguma melhor, eu ainda não conheci. Então meu coração ficou um pouco partido quando eu terminei a leitura desse último livro... 

Ahh Gregory você representou tão bem a sua família, esse é sem dúvida o mais fofo dos livros dessa série, super romântico, porque sim Gregory é um romântico incorrigível, para a sorte de Lucy, a cética Lucy, mas também como poderia ser diferente, Gregory viu todos os seus irmão se casarem por amor, sua mãe foi apaixonada pelo seu pai, então se ele tinha uma certeza na vida era que o amor existia, e que era pra ele, e ele iria encontrá-lo e quando isso acontecesse a vida dele iria mudar para sempre.

(Resenha) A Garota do Calendário: Janeiro - Audrey Carlan

Livro no Skoob: A Garota do Calendário: Janeiro
Título Original: Calendar Girl: January
Série: A Garota do Calendário #1
Autora: Audrey Carlan
Editora: Verus
Páginas: 144
Ano: 2016
Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogos. Um milhão de dólares, para ser mais exato. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser. Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser...

A série de livros A Garota do Calendário é uma das leituras mais comentadas do momento na blogosfera literária, sem contar que dois títulos da série já estão na lista dos mais vendidos de acordo com a lista do Publish News. Apesar de muitas resenhas terem sido publicadas, preferi não lê-las e sim aguardar o que a história da Mia Saunders me reservava, por isso comecei a ler A Garota do Calendário, do mês de Janeiro com muitas expectativas, pois apesar de ser um livro erótico (tema que já vem sendo bastante publicado pelas editoras) o enrendo é bem diferente, e confesso que nunca li nada similar a esse livro.

Mia Saunders não está em uma situação nada fácil, imaginem só, a garota precisa de nada mais nada menos que um milhão de dólares e rápido, pois o pai da Mia é viciado em jogos e por isso possuí uma dívida com um agiota que se chama Blaine que também é ex-namorado (canalha) dela. Seu pai encontra-se em coma, devido a uma grande surra que levou dos capangas de Blaine por isso para salvá-lo Mia decide aceitar a proposta de sua tia Mille: virar acompanhe de luxo da Exquisite Acompanhantes de Luxo, empresa de sua tia que realiza encontros com homens bem sucedidos.

(Resenha) Doces de Cinema - Isadora Becker

Livro no Skoob: Doces de Cinema
Autora: Isadora Becker
Editora: Belas Letras
Páginas: 144
Ano: 2015


Estrelando 40 receitas de doces imperdíveis, diretamente do canal de sucesso do Youtube Gastronomismo: bolos, tortas, brownies, folhados, mousses, trufas, sorvetes, croissants, panquecas e deliciosos atores coadjuvantes. Participações especiais de Harry Potter, Holly Golightly, Mia Wallace, Matilda, Valente, entre outras.

Acredito que todo leitor voraz, tem um pouco de cinéfilo na veia, eu pelo menos tenho. Porque sim, nós amamos as letras, a tinta que marca a folha, que tem algo a nos contar, que faz nascer um livro, nós amamos o toque, amamos o cheiro, mas mais do que isso, amamos  a história, e apesar das muitas decepções que Hollywood já nos trouxe, nós não perdemos a fé, e ficamos cheios de expectativas quando sai um nova adaptação. Então sim, nós amamos o cinema! Obrigada 7º arte por existir.

A Isadora Becker, assim como nós, é apaixonada por livros, por filmes, séries... e por comida. Tem como já não amar de cara essa pessoa?


A autora do livro Doces de Cinema tem um canal no Youtube chamado Gastronomismo, e eu não podia falar do livro, sem citar primeiro o canal, já que é por causa dele que o livro nasceu. 

(Resenha) Sedução da Seda - Loretta Chase

Livro no Skoob: Sedução da Seda
Título Original: Silk is for seduction
Série: As Modistas #01
Autora: Loretta Chase
Editora: Arqueiro
Páginas: 304
Ano: 2016
Talentosa e ambiciosa, a modista Marcelline Noirot é a mais velha das três irmãs proprietárias de um refinado ateliê londrino. E só mesmo seu requinte impecável pode salvar a dama mais malvestida da cidade: lady Clara Fairfax, futura noiva do duque de Clevedon.  Tornar-se a modista de lady Clara significa prestígio instantâneo. Mas, para alcançar esse objetivo, Marcelline primeiro deve convencer o próprio Clevedon, um homem cuja fama de imoralidade é quase tão grande quanto sua fortuna.  O duque se considera um especialista na arte da sedução, mas madame Noirot também tem suas cartas na manga e não hesitará em usá-las. Contudo, o que se inicia como um flerte por interesse pode se tornar uma paixão ardente. E Londres talvez seja pequena demais para conter essas chamas. Primeiro livro da série As Modistas, Sedução da seda é como um vestido minuciosamente desenhado por Loretta Chase: de cores suaves e românticas em alguns trechos, mas adornado com os detalhes perfeitos para seduzir.

Sedução da Seda é o segundo livro da Loretta Chase que eu leio e com certeza ela já me conquistou. A Loretta escreve os romances históricos de maneira nada previsível, o que torna a leitura agradável e revigorante.

Em Sedução da Seda, livro que inicia a série As Modistas, conhecemos Marcelline, a mais velha de três irmãs, juntas e com muito esforço elas abriram a Maison Noirot, elas não são as principais modistas de Londres, mas com certeza eram as melhores, porém pouquíssimas damas da alta sociedade londrina compravam suas roupas na lojas das Noirots. E o que elas precisavam era incentivar essas damas a experimentarem coisas novas, conseguir prestígio suficiente para atrair as mulheres mais nobres para a sua lista de clientes. E elas traçam um plano, conquistar lady Clara Fairfax, a futura duquesa de Clevedon, não só vesti-la mas preparar todo o enxoval da noiva, pois a duquesa de Clevedon seria uma mulher muito influente, tudo que a Maison Noirot precisava. E Marcelline não vai medir esforços para conseguir fazer da sua loja um grande sucesso, nem que para isso ela tenha que ir até Paris convencer o próprio duque de Clevedon de que ela é a melhor opção para vestir a sua duquesa.